CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 27 de outubro de 2021
Habitação by century 21
Mais 375 habitações de renda acesível em Almada e Setúbal num investimento de 51,9 milhões

Mais 375 habitações de renda acesível em Almada e Setúbal num investimento de 51,9 milhões

13 de outubro de 2021

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana - IHRU, lançou hoje três concursos de concepção com vista à selecção das equipas projectistas para a elaboração dos projectos para a construção de três novos empreendimentos, em terrenos de que é proprietário nos municípios de Almada e Setúbal, habitações essas destinadas na sua totalidade ao Arrendamento Acessível, onde se prevê um investimento superior a 51,9 milhões de euros.

Os três empreendimentos a que correspondem estes concursos são os seguintes: 

- O Conjunto Habitacional “São Francisco Borja” (OP 2), estará localizado entre a Rua de Alcaniça, a Rua das Quintas e o Jardim de São Francisco Borja, no Plano Integrado de Almada. O local a intervir tem uma dimensão de 3.761 m2 e uma área máxima de implantação de 2.284 m2 , onde serão construídos entre dois a quatro edifícios com um máximo de cinco pisos acima da cota de soleira a que acrescerão dois pisos enterrados, correspondendo a uma área bruta de construção de habitação de 6.411 m2 , para um total de 72 fogos. O valor estimado da construção é de 6.985.900 euros + IVA, prevendo-se que o investimento total do IHRU nesta operação seja de 8.766.000 euros, não incluindo o valor do terreno.

- O Conjunto Habitacional “Três Vales” (OP 12), estará localizado junto à Rua dos Três Vales, no Plano Integrado de Almada. O local a intervir tem uma dimensão de 14.295 m2 e uma área máxima de implantação de 5.084 m2 , correspondendo a uma área bruta de construção de habitação de 21.618 m2 , para um total de 142 fogos. O valor estimado da construção é de 15.741.000 euros + IVA, prevendose que o investimento total do IHRU nesta operação seja de 19.526.000 euros, não incluindo o valor do terreno.

- O Conjunto Habitacional “Varandas do Sado” (A5) estará situado no Plano Integrado de Setúbal, junto à Avenida Mário Ventura Henriques e à Rua das Amendoeiras. O local a intervir tem uma dimensão de 14.068 m2 e uma área máxima de implantação de 3.275 m2 . O terreno é composto por quatro lotes, para os quais serão propostos edifícios ter entre 6 e 9 pisos acima da cota de soleira, correspondendo a uma área bruta de construção de habitação de 16.419 m2 , num total de 161 fogos. O valor estimado da construção é de 19.085.600 euros, prevendo-se que o investimento total do IHRU nesta operação seja de 23.675.000 euros, não incluindo o valor do terreno.

Segundo o IHRU, estes concursos contam com a assessoria da Ordem dos Arquitectos – SRLVT e com a colaboração dos respectivos municípios.

A primeira fase do Plano Habitacional Almada Poente, lançada em 2020 contempla outros empreendimentos, sendo que, em três casos, os respectivos projectos estão em elaboração: o conjunto habitacional de Alfazina, o edifício habitacional da Quinta do Olho de Vidro e o conjunto habitacional de Alcaniça.

PUB
ARRENDAMENTO
Rendas das casas em Lisboa continuam 18% abaixo do Pré-Covid
26 de outubro de 2021
PUB
PUB
PUB