CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 9 de maio de 2021
Habitação by century 21
Preço médio da venda de habitação em Portugal cai ligeiramente em Abril

Preço médio da venda de habitação em Portugal cai ligeiramente em Abril

4 de maio de 2021

O preço médio anunciado em Portugal foi de 352.565 euros em Abril de 2021. Registando-se, deste modo, um ligeiro decréscimo de -0,4% face ao mês anterior, que registou um preço médio de 354.003 euros, e de 0,9% em relação a abril de 2020, cujo valor foi de 355.741 euros.

De acordo com o Barómetro Mensal do Imovirtual, o distrito que se destaca com o maior aumento em relação a Março foi Coimbra com um crescimento de 2,9%. Em segundo lugar temos Braga (+2,2%) e depois surge (+1,9%).

No que respeita às maiores quebras face a Março o ranking é composto por Évora (-2,7%), Guarda (-2,7%) e Vila Real (-2,5%).

Na comparação com abril de 2020, o distrito que registou o maior crescimento foi Beja (+14,3%) ao passar de 123.270 euros para 140.873 euros. Aveiro e Braga registaram subidas de +9,2% e +6,3%, respectivamente.

Portalegre (-11,2% de 132.612 euros para 117.788 euros), Guarda (-6% de 122.176 euros para 114.867 euros) e Évora (-4,9% de 212.286 euros para 201.872 euros) foram as regiões com maiores decréscimos no período já referido.

No arrendamento, comparando a média de preços de arrendamento em abril de 2021 com o período homólogo do ano passado verifica-se uma queda de -12,1%.

Viseu registou, novamente, o maior aumento (+15,8%) no preço médio anunciado em abril deste face a abril de 2021, passando de 426€ para 494€. Vila Real apresenta também um aumento de 9,1% e Guarda de 8%.

 euros.

Já em relação a Março de 2021, Portalegre é o distrito com maior subida (+6,3%) ao passar de 338 euros para 360 euros. Bragança destaca-se também por um crescimento de 4,6% ao passar de 381 euros para 398 euros.

Em sentido contrário, Guarda, Beja e Castelo Branco apresentam quebras percentual do preço médio de -13,5%, - 7,2% e -6%, respectivamente.

PUB
ARRENDAMENTO
Arrendamento em Portugal no radar dos investidores. Próximos anos serão de crescimento
7 de maio de 2021
PUB
PUB
PUB