CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 12 de agosto de 2020
ImoEmpreendedor
Três startups portuguesas na final do Proptech Challenge da CBRE

Três startups portuguesas na final do Proptech Challenge da CBRE

4 de março de 2019

No primeiro concurso europeu para encontrar talentos digitais capazes de revolucionar o sector imobiliário através de ideias inovadoras e disruptivas, três startup portuguesas chegaram à final, um desafio lançado pela consultora CBRE.

Os projectos vencedores do Proptech ChallengeA Urban foram Data Eye, de Rodrigo Delso, Iago Romero e Javier Argota e a LOLOLO, de Álvaro Cosido.  

No total, estiveram em competição um número superior a 180 projectos e mais de 320 participantes foram apresentados, e os projectos finalistas foram seleccionados com base no seu impacto, viabilidade e inovação. Em Portugal, as startups que chegaram à final foram a Alfredo, Spott e Infraspeak.

A vencedora foi a UDE (Urban Data Eye) na categoria “Impact Startup”. Esta solução permite medir, através de software instalado em câmaras convencionais, a “customer journey” dos utilizadores dos edifícios. Um algoritmo de Inteligência Artificial possibilita rastrear e localizar geograficamente todos os objectos de interesse (pessoas, veículos, bicicletas, etc.) em qualquer espaço através de técnicas de visão artificial sem necessitar recolher dados pessoais. A solução é aplicável em centros comerciais, escritórios ou hotéis, entre outros tipos de edifícios.

Por outro lado, a distinção de melhor ideia disruptiva foi atribuída à LOLOLO, uma aplicação web que permite comparar com rapidez e precisão as localizações comerciais com base nas métricas de público, tráfego e visibilidade, calculadas usando sintaxe espacial, visão artificial e Big Data. A aplicação vai permitir ajudar os proprietários a valorizar suas propriedades e aos retalhistas, franquias e anunciantes encontrarem locais que vão de encontro às suas expectativas.

Para Francisco Horta e Costa, Director Geral da CBRE Portugal, “o Proptech Challenge mostra a intenção clara da CBRE de se posicionar na frente das mais recentes inovações no setor imobiliário. Progressivamente, as ferramentas digitais vão passar a ser aliados fortíssimos dos profissionais, permitindo entender melhor os públicos para os quais trabalham, e a melhor forma de agilizar os processos.”

A competição contou com um painel de jurados internacionais composto por CEOs e fundadores de startups, representantes de escolas de negócios e gestores do sector imobiliário e de tecnologia, entre os quais os portugueses Pedro Rocha Vieira, CEO da Beta, Francisco Horta e Costa, Director Geral da CBRE Portugal e Ricardo Luz, Partner da Gestluz Consultores.

Os vencedores vão receber um prémio monetário de 20.000 euros (Startup) e 10.000 euros (Ideia), tendo ainda a oportunidade de participar num Roadshow que vai passar por Madrid, Lisboa, Berlim e Londres - onde vão conhecer outras startups e saber mais sobre as mais recentes iniciativas europeias na área de Proptech - e participar de num programa de parceria para desenvolver os seus projectos em conjunto com a equipa da CBRE.

PUB
TURISMO
Joya Del Casco: O botique Guesthouse que está a fazer sucesso em Sevilha e fala português
12 de agosto de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Rendas baixam em 25% dos imóveis que surgem para arrendamento
27 de julho de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
França estima impacto no turismo em cerca de 40.000 milhões de euros
10 de agosto de 2020
PUB