CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Escritórios

Novo conceito de ‘coworking’ chega a Portugal

15 de outubro de 2019

O Spaces — com 9 pisos e 5.000 m2 — vai abrir em pleno Marquês de Pombal, Lisboa, até ao final do ano. Mais do que oferecer espaços de trabalho flexível, a marca do grupo IWG — que chega pela primeira vez a Portugal —, pretende criar uma comunidade dinâmica de empreeendedores e empresas com espírito inovador. Sob o mote “Inspire-se enquanto trabalha”, a insígnia “quer criar uma energia contagiante e um ambiente ideal para alimentar a criatividade e, consequentemente, contribuir para o sucesso das empresas” - diz em comunicado.

A unidade Spaces ficará situa”da no “coração” de Lisboa num edifício de nove pisos, com uma área de mais de cinco mil metros quadrados, onde “toda a decoração e design foi pensada ao pormenor para proporcionar boas ideias e bons negócios” . Esta aposta do IGW traduz-se num investimento de mais de três milhões de euros e a localização não surge por acaso: acesso rápido e fácil a vários serviços, restaurantes, bares, etc. Desta forma, os empreendedores e empresas que escolherem o Spaces podem deixar-se contagiar pelo espírito vibrante de Lisboa” – afirma o Grupo.

 

Expansão internacional da marca

“Todos somos mais produtivos e eficazes num espaço agradável, sociável e inspirados, e esta ideia reflecte o nosso ADN”, refere Martijn Roordink, fundador de Spaces, acrescentando: “A entrada de Spaces em Portugal é mais um passo importante na nossa estratégia de expansão mundial, já que nos permite ajudar a fomentar um espírito empreendedor cada vez mais importante para a economia do país”.

Recorde-se que a marca nasceu em 2006 em Amesterdão e está a impulsionar uma nova forma de trabalhar, com espaços de trabalho baseados nos princípios de colaboração e comunidade. Além disso, o Spaces proporciona aos seus membros a possibilidade de trabalhar em qualquer uma das unidades da marca espalhadas por todo o mundo, como Londres, Paris, Milão, Zurique, Nova Iorque, Melbourne, Sidney ou México.

 

PUB
ARRENDAMENTO
Englobamento obrigatório para rendimentos prediais terá “efeito perverso” no mercado – diz APEMIP
14 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB