CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 17 de outubro de 2021
Escritórios
Fuse Valley: Futuro vale tecnológico que está previsto nascer em Matosinhos até 2025 PauloCastro.jpg JoséNeves.jpg Fuse Valley: Futuro vale tecnológico que está previsto nascer em Matosinhos até 2025

Fuse Valley: Futuro vale tecnológico que está previsto nascer em Matosinhos até 2025

16 de julho de 2021

A Farfetch, a plataforma global para a moda de luxo, juntamente com o Castro Group, que actua nas áreas da promoção imobiliária e construção, escolheu o arquitecto dinamarquês Bjarke Ingels para desenhar o Fuse Valley, o futuro vale tecnológico, que está previsto nascer em Matosinhos, até 2025.

O grupo Bjarke Ingels, conhecido por BIG, trabalhou em projectos que marcam o panorama arquitectónico mundial e é reconhecido pelas suas preocupações ambientais e projectos inovadores, das quais são exemplo o seu projecto para redesenhar o planeta e parar as alterações climáticas, o Masterplanet, apresentado no final do ano passado.

José Neves, fundador, CEO e Chairman da Farfetch, admite: “Estamos muito entusiasmados com este projecto e com a visão que o Bjarke Ingels nos apresentou, não só pelo que vai significar como marco para a empresa, para as nossas pessoas, mas também para a comunidade. Este projeto com o BIG vai ser uma revolução sobre aquilo que são os conceitos atuais de espaços de trabalho, marcado pelo cunho futurista, pela orientação para a sustentabilidade e para o bem-estar. Será um espaço não só para a Farfetch, mas sim para toda comunidade”.

O Fuse Valley foi desenhado de forma integrada numa área total de cerca de 140 mil metros quadrados abrangendo não só os edifícios da Farfetch que representam cerca de 45% da área total, mas também toda a área de outros edifícios de escritórios, serviços e unidade hoteleira que serão promovidos pelo Castro Group. Para Paulo Castro, CEO do Castro Group, “este foi um concurso que abraçámos com a Farfetch e que nos deixou muito entusiasmados. A localização e as valências deste projecto, associadas a uma arquitectura de olhos postos no futuro e na sustentabilidade do planeta, fazem do Fuse Valley, a fusão perfeita entre empresas, pessoas, cultura, arte e comunidade”.

Luísa Salgueiro, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos destaca a importância deste projecto na estratégia de inovação do município: “Este pólo vem confirmar a capacidade e potencial de Matosinhos para fazer parte da revolução digital, atraindo e fixando talento, gerando emprego qualificado, incentivando a criatividade, a inovação e a excelência. Este projecto, assinado por um arquitecto mundialmente reconhecido, será mais um marco de afirmação nacional e internacional do concelho”.

“À medida que a moda e o e-commerce estão a tornar o retalho cada vez mais livre de limites físicos, as faíscas da inovação e da criatividade ainda voam mais rápido na proximidade. Com a Farfetch, tentamos unir todos os aspectos da sua organização - o negócio, a arte e a tecnologia - numa vila criativa sob um único telhado. Os pátios conectados e os jardins em cascata estendem o ambiente de trabalho ao ar livre, fazendo da Farfetch uma extensão integral da paisagem natural original e da cultura urbana local,” afirma o sócio fundador e director criativo Bjarke Ingels.

Depois de escolhido e revelado o resultado do concurso de arquitectura, os detalhes do projecto serão revelados na apresentação pública do projecto agendada para Setembro deste ano.

PUB
PUB
TURISMO
“Adaptar Turismo” mobiliza 5 milhões de euros para apoios a fundo perdido até 20 mil euros
15 de outubro de 2021
ARRENDAMENTO
Declaração de rendas que reduz IMI muda para de 1 de Janeiro a 15 de Fevereiro
14 de outubro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Beyoncé, o marido Jay-Z, uma jóia Tiffany de valor incalculável e uma mansão à venda por 42 milhões de dólares…
15 de outubro de 2021
PUB