CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 20 de outubro de 2020
Habitação by century 21
Banca emprestou 93.786 milhões de euros para compra de casa em Agosto

Banca emprestou 93.786 milhões de euros para compra de casa em Agosto

25 de setembro de 2020

A banca concedeu empréstimos à habitação, num valor de 93.786 milhões de euros em Agosto, ligeiramente inferir a Julho mas superior ao mês homólogo, revela hoje o Banco de Portugal (BdP).

O banco central indica ainda que o malparado no crédito à habitação manteve-se em Agosto nos 0,7%, o mesmo valor de Julho e abaixo dos 1,3% do mesmo mês do ano passado.

No crédito ao consumo, o ‘stock’ do valor concedido em agosto era de 19.222 milhões de euros, acima de Julho (19.058 milhões de euros) e do mês homólogo de 2019 (18.099 milhões de euros).

Os empréstimos para outros fins totalizavam 6.511 milhões de euros em Agosto, mais 10 milhões de euros do que em Julho, mas abaixo dos 6.978 milhões de euros de Agosto do ano passado.

Já no crédito ao consumo e outros fins, o malparado representava 6,6% em Agosto, abaixo quer dos 6,7% de Julho, quer dos 7,5% de Agosto de 2019.

Analisando pelo número total de devedores (e não pelos montantes do crédito), segundo o Banco de Portugal, 9,3% dos particulares tinham em agosto empréstimos vencidos, a mesma proporção de Julho, mas acima dos 9,1% de Agosto de 2019.

Já quanto ao 'stock’ de empréstimos aos particulares, aumentou para 119.519 milhões de euros em Agosto, face aos 119.176 milhões de euros de Julho e aos 118.051 milhões de euros do mês homólogo, o valor mais elevado desde Novembro de 2015.

Empréstimos a empresas sobe

Relativamente às empresas o total de empréstimos a empresas atingiu 71.731 milhões de euros no final de Agosto, o valor mais elevado desde Agosto de 2018.

Segundo as estatísticas do BdP, o 'stock' dos empréstimos concedidos pelos bancos às empresas em agosto (de 71,731 mil milhões de euros) compara com 71.585 milhões de euros de julho e 69.502 milhões de euros de agosto de 2019.

O crédito malparado nas empresas representava, em agosto, 4,0% do crédito total, ligeiramente abaixo dos 4,1% de julho e abaixo dos 6,9% de agosto de 2019.

Já nas empresas, o número de devedores era de 18,8% do total em Agosto, o mesmo nível de Julho e abaixo dos 19,4% do mês homólogo.

Devido à crise económica provocada pela pandemia de covid-19, estão em vigor empréstimos às empresas com garantias do Estado, assim como a suspensão dos pagamentos das prestações de créditos de particulares e de empresas (capital e/ou juros) até março de 2021.

Ainda segundo os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal, os depósitos de particulares nos bancos residentes diminuíram dos 159.210 mil milhões de euros no final de Julho para 157.985 milhões de euros em Agosto (148.180 milhões de euros em Agosto de 2019).

LUSA/DI

PUB
ARRENDAMENTO
Rendas descem 11,1% em Lisboa no 3º trimestre mas em Setembro voltam a subir
16 de outubro de 2020
PUB
PUB
PUB