CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 9 de maio de 2021
Habitação by century 21
61,5% dos profissionais acredita que os preços do imobiliário se irão manter

61,5% dos profissionais acredita que os preços do imobiliário se irão manter

26 de fevereiro de 2021

Apesar da pandemia manter-se no início deste ano e com um segundo confinamento, 61,5% dos profissionais acredita que os preços do imobiliário se irão manter, no entanto 31,9% dos inquiridos crê numa quebra de até 25% deste indicador nos próximos três meses.

Estes dados são avançados em resultado de um inquérito realizado pelo Imovirtual, a mais de 6000 profissionais detentores de agências provenientes de várias regiões do país sobre o impacto da Covid-19 no sector. 

As respostas revelam que em relação ao seu negócio, 36,3% dos profissionais estima que se irá manter nos próximos três meses. No entanto, 18% dos consultores prevê que irá reduzir mais de 25%.

No que diz respeito ao número de clientes compradores interessados em comprar as suas casas no último mês, e na comparação ao mês anterior, 53,3% dos profissionais indica que diminuiu.

Em termos do número de clientes vendedores interessados em vender as suas casas no último mês, face ao mês anterior, 47% dos consultores imobiliários afirma que diminuiu e 35% acredita que se manteve.

Ricardo Feferbaum, Director Geral do Imovirtual, explica que “o nosso objectivo foi perceber se existiam diferenças efetivas nas perspetivas dos profissionais com o evoluir da pandemia ao longo de praticamente um ano. As bases foram as mesmas, os métodos de análise também, e é interessante perceber que, de facto, há algum pessimismo nesta fase (até por razões evidentes). No entanto, o aumento de tráfego do Imovirtual durante este confinamento em relação ao primeiro, mais concretamente no número de páginas visualizadas, mostra que os consumidores continuam bastante activos e interessados em adquirir imóveis. E se compararmos os dados deste inquérito com os recolhidos no primeiro confinamento percebemos também que o pessimismo é claramente menor”.

PUB
ARRENDAMENTO
Arrendamento em Portugal no radar dos investidores. Próximos anos serão de crescimento
7 de maio de 2021
PUB
PUB
PUB