CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 24 de janeiro de 2021
Sustentabilidade
Smart Open Lisboa quer uma capital mais inteligente e eficiente

Smart Open Lisboa quer uma capital mais inteligente e eficiente

15 de outubro de 2019

O Smart Open Lisboa (SOL) tem como objectivo integrar na cidade soluções inovadoras, contribuindo para uma Lisboa mais inteligente e eficiente. A edição deste ano do SOL é dedicada à Mobilidade.

Este evento conta com a curadoria da Câmara Municipal de Lisboa (CML), reforçando a importância deste tema  entre os principais desafios enfrentados, actualmente, pelo Município e os seus utilizadores.

Para Miguel Gaspar, Vereador da CML, “o Smart Open Lisboa, no seu sector da mobilidade, responde a dois dos grandes desafios de Lisboa. Por um lado, o da mobilidade, característico de todas as grandes cidades mundiais, com questões que impactam directamente a qualidade de vida das pessoas, da eficiência da cadeia logística, da equidade, da acessibilidade. Responder ao desafio da mobilidade é responder a um dos maiores desafios que enfrentamos como humanidade, o da descarbonização. É por via da melhoria das condições de mobilidade, do lançamento de novos produtos, novos processos, que conseguiremos contribuir para a um melhor ambiente a nível global, e as cidades têm de estar na linha da frente desta transformação”.

A cidade de Lisboa discute hoje temas que se prendem, não só com os lisboetas, mas também com os turistas. Este programa orientado para Open Innovation, pretende ligar parceiros institucionais e grandes empresas a startups, para, em conjunto, responderem a desafios, de diferentes áreas e relacionados com as smart cities.

“O SOL Mobility também dá corpo à estratégia de Lisboa de afirmação como um grande hub de inovação, de concentração de emprego altamente qualificado, de atração de talento e de criatividade, que em Lisboa encontra espaço para florescer. O programa SOL dá espaço aos novos empreendedores e oferece a plataforma da cidade de Lisboa como um laboratório vivo para que empreendedores de todo o mundo possam florescer respondendo aos desafios de Lisboa”, acrescenta Miguel Gaspar.

Este programa começou em 2015, estando desde então orientado para a resolução dos problemas dos utentes e cidadãos de Lisboa, tendo como objectivo claro facilitar-lhes o dia a dia.  A edição do SOL Mobility de 2018, contou com 130 candidaturas de startups de 23 países diferentes.

Segundo a organização: "Tornar Lisboa numa cidade focada em empreendedorismo, inovação e criatividade, investindo no melhoramento da qualidade de vida das pessoas, é o grande propósito deste  encontro, que junta todos os parceiros envolvidos, de forma a criar sinergias e soluções para o futuro".

O SOL junta entidades como a Axians, NOS, Sharing Cities, TOMI e Turismo de Portugal, este projecto, que aposta na inovação para enfrentar os maiores desafios da mobilidade, tem ainda como parceiros associados a este vertical (mobilidade) empresas como a ANA Aeroportos, Brisa, Carris, CP, Daimler, EMEL e a Siemens. A Beta-i, uma plataforma de inovação criada para dar impulso ao empreendedorismo, apoio este evento.

O programa da edição do SOL Mobility de 2019 tem as seguintes fases:

- Candidaturas Abertas: 28 Outubro a 15 Dezembro 2019

- Online Pitch Day: 9 Janeiro 2020

- Bootcamp: 3 a 7 Fevereiro 2020

- Experimentação: 8 Fevereiro a 13 Maio 2020

- Demo Day: 14 Maio 2020

Mais informações AQUI

PUB
TURISMO
Portugal interrompe voos de e para o Reino Unido
22 de janeiro de 2021
ARRENDAMENTO
Preços das rendas descem em Lisboa para os níveis de 2017
22 de janeiro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Bancos da zona euro restringiram concessão de crédito no 4.º trimestre - BCE
19 de janeiro de 2021
PUB