CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021
Habitação by century 21
Grupo macaense KNJ lança o primeiro projecto em Portugal, a Miramar Tower OODA1.jpg Grupo macaense KNJ lança o primeiro projecto em Portugal, a Miramar Tower

Grupo macaense KNJ lança o primeiro projecto em Portugal, a Miramar Tower

19 de fevereiro de 2021

Com 15 pisos acima do solo, a Miramar Tower irá destacar-se na cidade do Porto. Trata-se do primeiro projecto em Portugal do empresário macaense Kevin Ho, CEO do Grupo KNJ Investment Limited.

A Miramar Tower que surge sob o mote “Skybound high life”, foi projectada pela equipa de arquitectura OODA e comercializado pela Predibisa, a torre com tipologias de T1 a T4 e com áreas brutas de 152 m2 a 613 m2, incluindo varandas, este edifício está inserido num condomínio fechado que oferece a todos os residentes um terraço comum localizado na cobertura.

Segundo Kevin Ho, aAdministrador do Grupo KNJ e promotor do Miramar Tower, “escolhemos o Porto pela sua performance económica, mas também pela ligação histórica entre Portugal e Macau. É também por estes motivos que pretendemos continuar a investir nesta cidade através de outros projectos icónicos, certo de que o Miramar Tower será um marco arquitectónico e uma referência entre os edifícios habitacionais”.

Para João Magalhães, Chairman da Predibisa, “o Miramar Tower é um projecto diferenciador, dotado de franca personalidade, que alia a excelência da arquitectura com um estilo de vida moderno. Inserido numas das zonas mais procuradas da cidade e próximo de várias valências, este empreendimento permitirá a conjugação perfeita entre a qualidade de vida que a zona da Foz oferece e a azáfama da cidade. Esta comercialização é uma excelente oportunidade para quem pretende viver numa das melhores zonas do Porto e investirnum produto imobiliário seguro. Estamos muito confiantes no seu sucesso”, conclui.

O projecto arquitectónico desenvolveu tipologias de habitação com mais de 200 metros quadrados de varanda por piso.
No topo do pódio surge um volume vertical com 15 pisos, paralelo à estrada e aproximadamente com a mesma altura das torres daquela zona. Ao posicionar o edifício na parte mais central do terreno, garante-se um espaçamento máximo para todos os edifícios adjacentes.

Segundo João Jesus, sócio do OODA, “as varandas são a parte visível da estrutura da torre e atuam como exoesqueleto que se estende de forma desigual em cada piso e desconstrói a racionalidade interior”.

“O Miramar Tower é quase uma tempestade perfeita, no lugar onde cresci e numa paisagem na qual nunca imaginei vir a desenhar e acrescentar uma torre. Aqui, precisaríamos de 50 promotores até conseguirmos encontrar alguém que, com o arrojo e ambição suficiente, aceitasse desenvolver tipologias de habitação com mais de 200 metros quadrados de varanda por piso", acrescenta Diogo Brito, sócio do OODA.

KNJ vai continuar a investir em Portugal

De acordo com Kevin Ho, “a nossa intenção é a de continuarmos a investir em Portugal e, particularmente, no
Porto. Nesse sentido, esperamos a breve prazo poder anunciar um outro projecto de grande significado para a Invicta.
Temos a certeza de que o Miramar Tower será um marco arquitetónico na cidade do Porto e uma referência de qualidade na promoção imobiliária residencial. Por estas razões, temos elevadas expectativas em relação à sua comercialização. Esse sucesso será, certamente, um incentivo para que continuemos a investir em Portugal e no Porto”.

PUB
ARRENDAMENTO
Proprietários receiam que incumprimento de rendas vá aumentar este ano
17 de fevereiro de 2021
PUB
PUB
PUB