CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 7 de abril de 2020
Habitação by century 21

Crédito à habitação: Taxa de juro desceu para 0,997% em Fevereiro

19 de março de 2020

Em Fevereiro, a taxa de juro para crédito à habitação desceu para 0,997%, capital em dívida e prestação mensal fixaram-se em 53 755 euros e 248 euros, respectivamente, divulga hoje o INE - Instituto Nacional de Estatística.

Os dados revelam que a taxa de juro implícita no crédito à habitação diminuiu para 0,997%, (1,000% no mês anterior) valor inferior em 0,3 pontos base (p.b.) ao registado no mês anterior. Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro foi 1,131% (1,090% no período precedente).

Para o destino de financiamento Aquisição de Habitação, o mais relevante no conjunto do crédito à habitação, a taxa de juro implícita para o total dos contratos desceu para 1,018% (-0,4 p.b. face a Janeiro).

Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro para este destino de financiamento aumentou 4,7 p.b. no mês em análise, fixando-se em 1,128%.

Considerando a totalidade dos contratos, o valor médio da prestação vencida aumentou um euro para 248 euros. Deste valor, 45 euros (18%) correspondem a pagamento de juros e 203 euros (82%) a capital amortizado (ver gráfico 2). Nos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação subiu cinco euros, para 342 euros.

Ainda de acordo com o INE, em Fevereiro, o capital médio em dívida para a totalidade dos contratos subiu 147 euros face ao mês anterior, fixando-se nos 53 755 euros. Para os contratos celebrados nos últimos 3 meses, o montante médio do capital em dívida foi 105 896 euros, mais 769 euros que em Janeiro.

PUB
ARRENDAMENTO
Covid-19: Presidente da República promulga regime excepcional para o pagamento de rendas
6 de abril de 2020
PUB
PUB
PUB