CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sábado, 20 de Julho de 2019
Actualidade

Torres Vedras vai ter um campus universitário da saúde

11 de Junho de 2019

A Câmara de Torres Vedras decidiu hoje avançar a parceria com a Universidade de Lisboa para criar um campus universitário ligado à investigação em medicina e ciências biomédicas no antigo Hospital do Barro.

A proposta para o “Memorando de Entendimento entre o município e a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa” foi aprovada hoje pelo executivo municipal.

Com o projecto, o município pretende dar uma solução para o edifício do Hospital do Barro, encerrado em 2015, depois de o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) ter aí desactivado o internamento, consultas e exames de diagnóstico do serviço de Pneumologia.

A autarquia pretende que aquele património do Estado venha para a sua posse, no âmbito da descentralização das competências no domínio da gestão do património imobiliário público sem utilização, já aprovada este ano em Assembleia Municipal.

Com o Campus Universitário da Saúde, o município quer aumentar a oferta de ensino superior público no concelho e criar na cidade um “cluster da saúde”, tendo em conta que, além da unidade de Torres Vedras do CHO, existem outras duas clínicas privadas na cidade.

A parceria vem tornar possível a “criação de um equipamento dedicado à prestação de cuidados assistenciais, à formação de profissionais de saúde, ao ensino e à investigação em medicina e outras ciências biomédicas”, refere a proposta.

Através do acordo, o município compromete-se a encontrar fontes de financiamento e a reabilitar todo o edifício, depois de este passar para a sua posse.

Por sua vez, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa tem de criar condições para ter um campus “vocacionado para o ensino, actividades assistenciais e investigação de índole multidisciplinar, ao nível dos cuidados primários e de reabilitação”, encontrar parceiros para o consórcio e encontrar fontes de financiamento para a implementação do projecto.

Pela proximidade a Lisboa, Torres Vedras tem tido dificuldades em captar instituições de ensino superior para o concelho.

Até 2017/2018, Torres Vedras possuía apenas ensino superior privado, mas veio a ter nesse ano o primeiro polo universitário público na sequência de uma parceria estabelecida entre o município e o Instituto Politécnico de Leiria.

Nesse ano lectivo, mais de dois mil residentes do concelho frequentava o ensino superior.

Lusa/DI

 

PUB
ARRENDAMENTO
Lisboa abre candidaturas ao subsídio de arrendamento
16 de Julho de 2019
PUB
PUB