CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 29 de setembro de 2021
Escritórios
Quando regressar ao escritório quer trocar a máquina do café por uma ida à horta? HortaNoocity1.jpg JoséRuivo.jpg Quando regressar ao escritório quer trocar a máquina do café por uma ida à horta?

Quando regressar ao escritório quer trocar a máquina do café por uma ida à horta?

17 de março de 2021

A Noocity, uma startup portuguesa pretende reconectar-nos à natureza, através das suas hortas urbanas, para isso está empenhada em construir um regresso ao escritório mais saudável, instalando uma horta biológica no terraço ou varanda.

Trata-se de uma empresa destinada a promover novas e melhores relações humanas e a fomentar a transição ecológica das empresas que se preocupam com os seus, os outros e o Planeta.

Com mais de 7.000 camas de cultivo vendidas em todo o mundo, a Noocity promove hábitos mais sustentáveis e uma profunda ligação com a natureza, através das suas hortas low-tech, ecológicas e eficientes, contribuindo para um maior sentido de comunidade mesmo nas grandes cidades. Segundo a startup este é o momento certo, já que muitas empresas estão também a redefinir os seus espaços de trabalho, em linha com as tendências de teletrabalho, espaços colaborativos e de networking que irão ditar o futuro.

De acordo com José Ruivo, fundador e CEO da Noocity, “ao terem uma horta, as empresas estão a contribuir para dinamizar a sua comunidade através de uma colaboração transversal, mas também a incentivar a criação de rotinas saudáveis no local de trabalho, com pausas que permitam às pessoas descontrair, reduzir o stress e fomentar relações com a sua equipa. Acreditamos que, nas empresas do futuro, as pausas no trabalho serão à volta da horta e não só ao pé da máquina do café!”.

As hortas corporativas procuram envolver todos os colaboradores e promover a sua ligação com o campo, que tanto se sente falta na cidade. Com o seu programa “Liga-te à Terra”, a Noocity não só instala hortas nos espaços exteriores das empresas, como promove actividades regulares em torno das mesmas, com ênfase na ecologia, nas relações humanas e qualidade de vida no trabalho.

Para oferecer serviços personalizados aos clientes e enriquecer a sua experiência, conta actualmente com uma forte rede internacional de growers em Portugal, França e na Bélgica. Os growers são os agricultores ou os jardineiros urbanos responsáveis por orientar e dinamizar todas as actividades no local com os clientes, mas são, sobretudo, os elementos transformadores da Noocity, verdadeiros amantes da natureza e com uma profunda capacidade de criar laços e inspirar à mudança. 

Os growers prestam um serviço totalmente dedicado e, ao partilharem os seus conhecimentos sobre agricultura biológica e comportamentos ambientalmente conscientes, contribuem para que os colaboradores possam aplicá-los em casa, em família, e mudar individualmente os seus hábitos.

José Ruivo acrescenta ainda que: “a pandemia despertou as pessoas para uma nova mentalidade e para a necessidade de viverem uma vida mais consciente – e também mais ao ar livre. O futuro do trabalho será certamente mais flexível, onde os próprios espaços de convívio dentro das empresas se transformam e reinventam em prol do seu bem-estar – e as hortas serão um elemento fundamental de ligação e conexão com as nossas origens”.

No segmento corporativo – que é hoje o seu grande foco e onde quer crescer nos próximos anos - a Noocity conta atualmente com 100 clientes em todo o mundo (e 70 em Portugal), onde estão incluídas empresas como a Microsoft, a Farfetch, a Natixis, Blip, mas também restaurantes como o Boa Bao e o Pedro Lemos, ambos situados no Porto, ou ainda hotéis como o Crown Plaza, o Hotel Selina ou o Sheraton, em Cascais. Em França, é responsável pela criação da maior horta urbana na capital parisiense, instalada na sede da UNESCO.

A título particular, a Noocity conta já com mais de 1.200 clientes individuais, com maior predominância em Portugal e França. Em 2020, o seu volume de negócio rondou os 250 mil euros e, em 2021, a empresa pretende alcançar um milhão de euros. O seu objetivo é transformar cada cidade numa Noocity.

PUB
TURISMO
Turismo do Algarve empenhado em alavancar o regresso dos eventos profissionais à região
28 de setembro de 2021
ARRENDAMENTO
Procura por quartos diminui em 2021 comparativamente a 2020 e 2019
27 de setembro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Penthouse mais cara do Dubai à venda por 42 milhões de euros
28 de setembro de 2021
PUB