CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA

Taxas Euribor voltam a subir a três, a seis e a 12 meses

9 de abril de 2024

A taxa Euribor subiu hoje a três, a seis e a 12 meses face a segunda-feira.

Com as alterações de hoje, a Euribor a três meses, que avançou para 3,916%, permanece acima da taxa a seis meses (3,868%) e da taxa a 12 meses (3,695%).

A taxa Euribor a seis meses, que passou a ser a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação com taxa variável e que esteve acima de 4% entre 14 de Setembro e 01 de Dezembro, subiu hoje para 3,868%, mais 0,022 pontos do que na segunda-feira, após ter avançado em 18 de Outubro para 4,143%, um novo máximo desde Novembro de 2008.



No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que esteve acima de 4% entre 16 de Junho e 29 de Novembro, também subiu hoje, para 3,695%, mais 0,022 pontos que na sessão anterior, contra o máximo desde Novembro de 2008, de 4,228%, registado em 29 de Setembro.

No mesmo sentido, a Euribor a três meses avançou, ao ser fixada em 3,916%, mais 0,014 pontos, depois de ter subido em 19 de Outubro para 4,002%, um novo máximo desde Novembro de 2008.

Esta semana, realiza-se a reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira em Frankfurt.

Na última reunião de política monetária, em 07 de Março, o BCE manteve as taxas de juro de referência pela quarta reunião consecutiva, depois de 10 aumentos desde 21 de Julho de 2022.

A média da Euribor em Março manteve-se em 3,923% a três meses, desceu 0,006 pontos para 3,895% a seis meses (contra 3,901% em Fevereiro) e subiu 0,047 pontos para 3,718% a 12 meses (contra 3,671%).

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 19 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Lusa/DI

PUB
Turismo
Portugal e Lisboa nos lugares cimeiros do «pipeline» de novos hotéis
22 de maio de 2024
Habitação
Porta 65 Jovem deixa de exigir contrato de arrendamento antes de ser conhecido apoio
23 de maio de 2024
PUB