CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sábado, 19 de outubro de 2019
Actualidade

Outlet de Vila do Conde vai para obras de 13 milhões de euros

11 de julho de 2019

O Outlet de Vila do Conde, Porto, vai ser remodelado com obras de 13 milhões de euros. A finalidade, segundo os seus responsáveis é “melhorar a experiência de compra”, fomentar a permanência no centro comercial e diminuir a pegada ambiental”.

Em conferência de imprensa, Nuno Oliveira, director ibérico da ViaOutlets, proprietária e gestora do centro de Vila do Conde desde 2017, destacou que o investimento visa aumentar o tempo de permanência dos visitantes – foram cinco mil em 2018 – e fazer subir “o gasto médio” com compras.

A empreitada começa em Setembro, devendo estar concluída no mesmo mês de 2020. Segundo foi sublinhado, as obras decorrem “em período noturno”, para não afectarem o normal funcionamento do outlet: A intervenção pretende “transformar a passagem por Vila do Conde em ‘memórias positivas’, apostando em melhorias na zona de restauração e descanso e em elementos decorativos de inspiração marítima ou relacionados com a tradição das rendas de bilros”

“Queremos acrescentar ao edifício elementos decorativos que, no fim [da obra], darão uma interpretação completamente diferente”, explicou Nuno Oliveira.

Paredes pintadas com novas cores, iluminação renovada e de baixo consumo, mais plantas e as pequenas praças de cruzamento entre corredores transformadas em “amplas salas de estar” são algumas das mudanças previstas.

 

O arquitecto que vai remodelar o estádio do Real Madrid

A missão de “dar personalidade” ao edifício está a cargo do arquitecto Xavier Framis, do estúdio L35, gabinete de Espanha com 50 anos de experiência que acabou de vencer o concurso para remodelar o estádio do Real Madrid.

“Queremos criar uma relação com o mar com tonalidades de cores da envolvente marítima, respeitar a tradição da escola de arquitectura do Porto e reinterpretar as rendas de bilros com uma imagem contemporânea”, observou.

O “objectivo táctico” da empresa é “aumentar a duração média da visita” ao outlet, onde as pessoas passam uma média de duas horas, ao passo que nos outros centros comerciais de sucesso o fazem durante um período “nunca inferior a três horas”.

Com 28 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) e 126 lojas, o outlet de Vila do Conde é “o mais visitado dos 11” que a ViaOutlets tem em nove países.

No primeiro semestre de 2019, o centro de Vila do Conde registou um crescimento de 8% nas vendas e de 3% no número de visitantes.

A par disso, referiu Nuno Oliveira, o shopping está a “conseguir aumentar o gasto médio dos visitantes em 5%”, de acordo com dados relativos ao ano vigente.

As classes A e B, que representam 15% da população nacional, representam cerca de 44 a 45% dos consumidores de Vila do Conde, acrescentou o director.

“Temos aqui um perfil interessante para consolidar a moda de topo”, frisou.

A ViaOutlets tem como “principais investidores” a Hamerson, cotada na bolsa de Londres, e a APG, uma sociedade de fundos holandesa.

Em Portugal, a ViaOutlets é também proprietária e gestora do Freeport de Alcochete que no fim do primeiro semestre deste ano registou um “crescimento de 25% no valor total de vendas”, a somar aos 16% de crescimento em 2018.

Lusa/DI

PUB
ARRENDAMENTO
Senhorios vão ter aplicação para comunicarem duração da renovação dos contratos
17 de outubro de 2019
PUB
PUB
PUB