CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 12 de agosto de 2020
Actualidade
Câmara do Funchal triplica valor do IMI para 232 prédios devolutos

Câmara do Funchal triplica valor do IMI para 232 prédios devolutos

5 de dezembro de 2019

A Câmara do Funchal vai triplicar o valor do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para 232 prédios devolutos, anunciou hoje o presidente da autarquia, Miguel Gouveia, indicando que o agravamento "decorre da lei".

O autarca esclareceu que a proposta foi aprovada em reunião de câmara, com os votos a favor dos seis vereadores da coligação Confiança (PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!), que lidera a autarquia, registando votos contra dos quatro vereadores do PSD e a abstenção do vereador do CDS-PP.

O município do Funchal pratica actualmente a taxa mínima de IMI prevista na lei - 0,3% - para os prédios urbanos avaliados. O limite máximo que consta da lei é de 0,45%.

Miguel Gouveia lembrou que alguns municípios do país, como é o caso de Lisboa, já sextuplicaram o IMI para os prédios devolutos.

"É um instrumento de gestão. Por um lado, para fomentar os proprietários a proceder à reabilitação do património. Por outro lado, para que a oferta, do ponto de vista do mercado de arrendamento, cresça", vincou.

O presidente da câmara explicou que, inicialmente, foram sinalizados 328 prédios potencialmente devolutos no concelho do Funchal, o mais populoso da Região Autónoma da Madeira - cerca de 112 mil habitantes (Censos 2011) -, mas 96 foram retirados da lista com base em fundamentos apresentados pelos proprietários.

Miguel Gouveia sublinhou que autarquia dispõe de "vários benefícios fiscais" para a recuperação de prédios degradados, além de que já criou três Áreas de Reabilitação Urbana.

"Estão criadas as condições para que todos os proprietários que têm prédios nestas condições procedam à reabilitação", disse.

PUB
TURISMO
Joya Del Casco: O botique Guesthouse que está a fazer sucesso em Sevilha e fala português
12 de agosto de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Rendas baixam em 25% dos imóveis que surgem para arrendamento
27 de julho de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
França estima impacto no turismo em cerca de 40.000 milhões de euros
10 de agosto de 2020
PUB