CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 9 de maio de 2021
Entrevistas
Maior desafio actual é conseguir ajustar a oferta à procura em tempo útil

Maior desafio actual é conseguir ajustar a oferta à procura em tempo útil

12 de outubro de 2020

Rentrée 2020: Para José Carvalho, CEO do Grupo Omega, as previsões até ao final do ano, são cautelosas mas sem alarmismos, afirmando que temos ainda margem segura para atravessar este 'vale'.

Para o responsável daempresa de promoção, investimento e engenharia, com uma larga experiência no mercado imobiliário do Grande Porto, o mercado nesta região terá uma evolução a vários ritmos.

Num ano atípico o que podemos esperar do mercado imobiliário na Rentrée?

Na nossa região (Grande Porto), a procura no mercado residencial  vai-se manter, embora com fortes hesitações nas tomadas de decisão. O segmento turístico, vai hibernar, a aguardar a retoma e o segmento dos serviços, também está muito expectante, até se perceber bem as novas tendências originadas pela pandemia.  

Quais os desafios que o sector tem pela frente?

O maior desafio é sempre conseguir ajustar a oferta à procura em tempo útil, pois a actividade imobiliária é de grande inércia. Os projectos custam a arrancar, mas uma vez que se inicia, é difícil parar.

Por outro lado, temos que conseguir melhorar os nosso processos de informação sobre o mercado.

Quais as previsões para o mercado até ao final do ano?

Previsões cautelosas, mas sem alarmismos, uma vez que não se esperando grande dinamismo no mercado,  temos ainda margem segura para atravessar este "vale".

PUB
TURISMO
Cerca Design House: Refúgio no coração da Serra da Gardunha reabre portas
7 de maio de 2021
ARRENDAMENTO
Arrendamento em Portugal no radar dos investidores. Próximos anos serão de crescimento
7 de maio de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Generali muito activa no mercado imobiliário europeu
7 de maio de 2021
PUB