CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 9 de maio de 2021
Actualidade
Operação de 392 milhões de euros para habitação sustentável vence Euronext Lisbon Awards

Operação de 392 milhões de euros para habitação sustentável vence Euronext Lisbon Awards

24 de fevereiro de 2021

RMBS Green Belém 1, a primeira emissão de obrigações verdes em Portugal lançada pela UCI em Maio de 2020, recebeu o prémio “Sustainable Finance” nos Euronext Lisbon Awards 2021.

O projecto premiado é uma iniciativa da UCI lançada em Maio de 2020 e foi realizado de acordo com os princípios de regulamentação STS (Simple, Transparent and Standardised). O Green Belém 1 é também o primeiro dos fundos da UCI a ostentar o selo verde da Sustainalytics.

Pedro Megre, CEO da UCI Portugal, salienta que "ter conseguido colocar um novo fundo de titularização num contexto tão desafiante como o que vivemos no ano passado e com a complexidade dos quadros regulamentares, é um marco muito importante para nós".

“A UCI está absolutamente comprometida com os princípios da sustentabilidade que nos devem orientar a todos em sociedade, pelo que o reconhecimento do mercado ao RMBS Green Belém 1 é motivo de grande satisfação e orgulho”, conclui o gestor.

A UCI indica que está empenhada nos princípios da “Energy Efficient Mortgages Initiative” (EEMI) da European Mortgage Federation, participando como entidade piloto neste projecto.

O prémio “Sustainable Finance” da Euronext reconhece a necessidade de reabilitação energética e construção de habitações eficientes em Portugal e contribui para o cumprimento das metas climáticas e de poupança de energia de ambos os países, bem como para atrair investimentos em eficiência energética.

O Green Belém tem sido apoiado pelo Banco Europeu de Investimento (BEI), que participa na tranche sénior com um montante total de aproximadamente 100 milhões de euros.

O BEI estima que a parceria com a UCI, em Portugal e Espanha, contribuirá para a construção de cerca de 25.000 m2 de novos edifícios e para a renovação de mais 450.000 m2 de propriedades existentes. Além disso, mais de 3.000 pessoas irão beneficiar destes investimentos e a poupança final total de energia é estimada em 43,7 GWh por ano. Espera-se ainda que os subprojectos financiados pela UCI com o apoio do BEI criem 1.230 postos de trabalho durante o período de construção.

Este é o primeiro projeto conjunto de ambas as entidades e envolve a criação de uma carteira de novos empréstimos para a eficiência energética, que cumpram os requisitos estabelecidos tanto pelo banco da UE como pelo Plano de Ação para a Eficiência Energética (EeMAP), uma iniciativa liderada pela European Mortgage Federation e promovida pela Comissão Europeia.

"O sector imobiliário é um dos maiores consumidores de energia da Europa e por isso estamos satisfeitos por termos apoiado a UCI nesta operação inovadora, destinada a promover o investimento em eficiência energética na Península Ibérica", refere o Vice-Presidente do BEI Ricardo Mourinho Félix, responsável pela actividade do Banco em Portugal e Espanha.  "A UCI é uma instituição financeira pioneira neste sector que, com a participação do BEI, financiará tanto a renovação dos edifícios existentes como a construção de edifícios com energia quase nula. Temos orgulho em ver a Euronext reconhecer e recompensar os esforços da UCI para promover uma economia mais verde e mais sustentável - um prémio que é bem merecido!”, conclui o responsável.

PUB
TURISMO
Cerca Design House: Refúgio no coração da Serra da Gardunha reabre portas
7 de maio de 2021
ARRENDAMENTO
Arrendamento em Portugal no radar dos investidores. Próximos anos serão de crescimento
7 de maio de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Generali muito activa no mercado imobiliário europeu
7 de maio de 2021
PUB