CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 27 de outubro de 2021
Habitação by century 21
Matosinhos e Leça da Palmeira com mais oportunidades no mercado imobiliário do concelho

Matosinhos e Leça da Palmeira com mais oportunidades no mercado imobiliário do concelho

14 de setembro de 2021

A União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira é a zona do concelho com mais oportunidades no mercado imobiliário, mas apenas 10% dos apartamentos são para arrendar.

Segundo o Guia de Zona da União de Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, lançado pela Reatia, plataforma de inteligência artificial para o imobiliário, esta é a freguesia com mais imóveis disponíveis do concelho. Com 810 apartamentos disponíveis, o tipo de negócio predominante é a venda, já que apenas cerca de 10% dos apartamentos existentes para comercialização estão disponíveis para arrendamento.

A União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira é das mais populosas, com 49 088 habitantes. Nos últimos anos, tem ganho notoriedade junto dos investidores internacionais, muito pela sua localização privilegiada próxima da praia, mas perto da cidade do Porto.

É, ainda, a zona do concelho com mais oportunidades no mercado imobiliário. Tem disponíveis, no total, 1481 imóveis. Dos 1481 imóveis, esta é também a localização com mais apartamentos (810) e espaços comerciais (373).

De acordo com a Reatia, esta freguesia disponibiliza mais oportunidades de negócio (venda, arrendamento, trespasse ou outro tipo) relacionadas com espaços comerciais do que a soma das três restantes freguesias do concelho de Matosinhos. No total, encontram-se em comercialização no mercado 373 espaços comerciais, distinguindo a freguesia das restantes, pelo seu dinamismo comercial.

Relativamente ao mercado residencial, esta zona afirma-se também claramente vencedora no que respeita à oferta de apartamentos. A UF de Matosinhos e Leça da Palmeira tem disponíveis no mercado 810 apartamentos, mais do que a soma deste tipo de imóvel nas 3 restantes freguesias. No entanto, apenas 10% destes apartamentos estão disponíveis para arrendamento.

A plataforma indica que os imóveis são muito valorizados nesta localização e, por isso, a UF de Matosinhos e Leça da Palmeira apresenta os preços m² médios mais elevados na hora de investir num apartamento, independentemente da tipologia, quando comparada com as restantes zonas do concelho.

Quanto às tipologias de apartamentos disponíveis, a tipologia T2 é a mais comum no mercado imobiliário, seguida da tipologia T3, com 283 e 197 imóveis, respetivamente.

Segundo a Reatia, na hora de investir num apartamento, um T2 de 90 m², com o preço m² médio de 2603 euros, irá exigir um investimento de cerca de 234 000 euros. No caso de um apartamento de tipologia T3, o valor m² médio é de 2696 euros, pelo que um imóvel desta tipologia com 115m² irá custar-lhe mais de 310 000 euros.

"O mercado imobiliário nesta localização apresenta preços mais vantajosos quando comparado, por exemplo, com o Centro Histórico do Porto ou a União de Freguesias  de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde. Dada a sua competitividade em relação a algumas zonas da cidade do Porto e à oferta predominante de apartamentos para venda em relação ao arrendamento, a UF de Matosinhos e Leça da Palmeira é bastante atractiva para quem pretende adquirir um imóvel", conclui em comunicado a plataforma de inteligência artificial para o imobiliário.

PUB
ARRENDAMENTO
Rendas das casas em Lisboa continuam 18% abaixo do Pré-Covid
26 de outubro de 2021
PUB
PUB
PUB