CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 18 de setembro de 2019
Habitação by century 21

Mercado Residencial: 1º semestre com crescimento em todas as frentes

5 de setembro de 2019

Nos primeiros seis meses do ano verificou-se um aumento de 9,1% de licenciamento por parte das Câmaras Municipais em obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais, a subida de número de fogos novos foi de 13% e novos créditos foi de 3,3%.

De acordo com a Síntese Estatística da Habitação da AICCOPN, divulgada hoje, no 1º semestre do ano, foram licenciadas por parte das Câmaras Municipais 8.212 obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais, o que traduz um crescimento de 9,1%, face às 7.525 obras licenciadas no semestre homólogo.

Já o número de fogos novos licenciados até Junho foi 11.342, um acréscimo de 13,0% em termos homólogos. O consumo de cimento no mercado nacional no 1º semestre de 2019 situou-se em 1,6 milhões de toneladas, montante que traduz um crescimento de 16,1% face ao 1º semestre de 2018.

Quanto ao novo crédito concedido à habitação regista-se um crescimento de 3,3% para 4.931 milhões de euros desde o início do ano, enquanto que, no montante total de crédito à habitação assiste-se a um ligeiro crescimento de 0,2% após 5 meses de variações nulas. Quanto ao crédito concedido às empresas de construção e imobiliário, continua a observar-se uma evolução negativa em Junho, com uma quebra de 7,2% em termos homólogos.

No que diz respeito ao valor médio da avaliação bancária na habitação, em Junho, fixou-se em 1.272 euros por m2 , 7,8% acima do valor apurado no mesmo mês de 2018, em resultado de um aumento de 9,3% nos apartamentos e de 6,0% nas moradias.

No Algarve, região analisada nesta síntese pela AICCOPN, o número de fogos licenciados em construções novas nos doze meses terminados em Junho de 2019 totalizou 1.457, o que traduz um aumento de 25,3% face aos 1.163 alojamentos licenciados nos 12 meses anteriores. Destes, 39,3% são de tipologia T3 e 29,4% de tipologia T2. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em Junho de 2019, um aumento em termos homólogos de 11,2% para 1.672 euros por m2 .

PUB
ARRENDAMENTO
Entre Maio e Agosto a procura de quartos aumentou 52%
16 de setembro de 2019
PUB
PUB
PUB