Prémio Master de Investigação para Pedro Devesas

28 de Setembro de 2018

O arquitecto Pedro Devesas venceu hoje o prémio Master de Investigação dos Prémios Arquétipo, pela "solução inovadora" desenvolvida para a empresa de cerâmica Arch Valadares com o nome UNIWC, sendo a Ordem dos Arquitectos a entidade promotora do galardão.

O UNIWC é um bloco que agrega lavatório, sanita e chuveiro, ao mesmo tempo que aproveita as águas saponáceas para as descargas da sanita", e foi "desenhado há cerca de três anos", surgindo "como resposta a um problema, resultante de alguma frustração", explica o arquitecto, citado em comunicado da Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN).

"Nesse momento perguntei a mim mesmo porque as marcas não desenhavam apenas uma peça? Ou duas? No entanto, estava na gaveta porque não sabia como o colocar no mercado", refere.

Pedro Devesas vai agora desenvolver um protótipo que será apresentado na Concreta 2019 (Feira de Construção, Reabilitação, Arquitetura e Design) e, posteriormente, lançado no mercado.

Para além de Pedro Devesas, foram ainda distinguidos com o Prémio Inovação n.º 41 os arquitectos José Cadilhe, Sérgio Mendes, Sílvia Alves e Francisco Saraiva, que receberam um prémio de 2500 Euros. Foi ainda atribuída uma Menção Honrosa à arquitecta Luísa Bebiano Correia.

Segundo a presidente da OASRN, Cláudia Costa Santos, o objectivo é "servir de intermediários entre os arquitectos e a indústria", mostrando-se satisfeita com as parcerias que se vêm formando ao longo do tempo.

"As empresas que se juntaram a nós deram também um salto de fé. Parece-me que a nossa mensagem passou, e que rapidamente os arquitectos perceberam a grande vantagem que têm em entrar num sector como o industrial, tão criativo e entusiasmante", indicou.

A cerimónia decorreu na Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos e foi a secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann, quem entregou o prémio, no valor de seis mil euros, a Pedro Devesas.

Lusa/DI