Património artístico italiano contemporâneo em Lisboa

08 de Outubro de 2018

O património artístico italiano contemporâneo vai estar em foco entre hoje e sábado através de debates, conferências, exposições e outras actividades no Centro Cultural de Belém e no Instituto Italiano de Cultura, em Lisboa.

Trata-se da "Primeira Semana do Contemporâneo – Italian Contemporary Art", organizada pelo Instituto Italiano de Cultura (IIC) de Lisboa, sob a égide da Embaixada de Itália em Portugal.

Organizada pela rede diplomática italiana, o evento acontece em simultâneo em vários países, e explora as diferentes linguagens artísticas, da pintura à escultura, do vídeo às instalações, da fotografia ao design.

O programa da “Primeira Semana do Contemporâneo – Italian Contemporary Art” decorre no Centro Cultura de Belém (CCB) e no IIC, e inclui várias iniciativas, nomeadamente a exposição “Forma Mentis”, que estará patente até 30 de Novembro.

A aula aberta “Sironi novecento e a monumentalidade na arte entre as duas guerras”, pela professora Elisabetta Maino, especialista em História da Arte Italiana e Arquitectura, que decorrerá na terça-feira, às 11:00, no IIC.

Na quarta-feira, às 19:30, na ex-Capela do IIC Lisboa, é inaugurada a exposição “Forma Mentis”, da artista Paola Pezzi, cujas obras se caracterizam por uma forte componente manual.

Também a 10 de outubro, às 18:30, o IIC Lisboa acolhe a conferência “O passado perante o presente – as experimentações do contemporâneo nos Museus da Região Campania”, pela directora do Polo Museale della Campania, Anna Imponente.

O Polo Museale della Campania agrega 28 entidades culturais diferentes, entre museus, sítios arqueológicos, cartuxas e residências históricas, os quais Anna Imponente tem incentivado a que se assumam também como lugares de excelência para a difusão da arte contemporânea italiana, indica a organização do evento.

Em Portugal, a “Primeira Semana do Contemporâneo – Italian Contemporary Art”, foi antecipada com a inauguração, a 14 de Setembro, da exposição “Flores do Mar”, da artista Bruna Esposito, no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, onde pode ser visitada até 25 de Outubro.

Lusa/DI