CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Design

OMNU - Creative Houses: Uma nova identidade do design português

26 de setembro de 2019

Há mais de dez anos que o jovem portuense Cláudio Pinheiro se dedica à criação e estudo de peças de design, juntou-se a Ricardo Figueirinha para implementarem  no mercado uma nova visão do design de interiores, sempre focados na prestação de um serviço personalizado.

Em Outubro de 2015 é inaugurado o Showroom da OMNU, em Lisboa, na Rua da Junqueira, 285 a 289 onde se podem encontrar as mais recentes criações da OMNU Design Collection.

Para os empreendedores a palavra design deixou de ser totalmente desconhecida dos portugueses pela constante divulgação do termo associado aos mais diversos produtos, mas também, pelo facto de hoje em dia, se procurar atingir uma meta em que o design pode estar ao alcance de todos e não apenas das elites.

“Actualmente, grande parte das empresas que se dedicam à produção de produtos nas mais diversas áreas, têm na sua equipa um departamento de design, onde tudo é pensado ao pormenor, para que o resultado seja o mais atractivo possível. No mercado nacional as coisas não funcionam de forma diferente. A qualidade de produção, no caso do mobiliário e iluminação, áreas em que estamos directamente ligados, melhorou exponencialmente colocando-nos a par do mercado italiano, no que diz respeito à qualidade, mas muito mais competitivos no que diz respeito ao preço”, explicam.

Ainda assim, segundo a equipa da OMNU, a grande maioria vai optando por marcas internacionais “o que na nossa opinião muito se deve à forma como estas comunicam o seu produto, tornando-o mais conhecido e desejado”.

Cláudio Pinheiro, acrescenta que o design de interiores e decoração encontra-se em grande expansão impulsionado pelo “boom" do mercado imobiliário. “Por um lado, a forte aposta na reabilitação de edifícios degradados e na construção de novos empreendimentos nas grandes cidades, por outro, os incentivos ao investimento em zonas geográficas mais desertificadas abriu as portas da decoração dos imóveis, de norte a sul do país”.

Admite que a área da decoração sempre atraiu muitos curiosos e hoje em dia “encontramo-nos num plano onde os profissionais e amadores acabam por competir no mesmo mercado. Quem procura uma resposta concisa e um resultado assertivo contrata um profissional, embora, por vezes, seja ‘assediado’ com propostas mais económicas, mas igualmente incompletas.

É importante passar a mensagem ao mercado que apenas os profissionais poderão dar respostas e soluções com garantias às necessidades dos clientes”.

Questionados sobre o papel do design português, respondem que no âmbito geral do design, “temos excelentes profissionais, muitos que além-fronteiras estão à frente de marcas de renome e que têm contribuído muito para a evolução dessas marcas. No panorama nacional e focando mais no design de produto, seja mobiliário ou iluminação, temos marcas que são conhecidas mundialmente pelo seu arrojo, diferenciação, pela qualidade dos seus acabamentos, muitas até ditando tendências. De certa forma, falamos de um design mais elitista, mas essa é a posição de determinadas marcas, que no nosso ponto de vista, parece ser o caminho correto para alcançar o sucesso, pois é quase impossível competir com as grandes cadeias comerciais que trabalham o conceito ‘design’ nos seus produtos, de uma forma massificada.

Achamos que o caminho traçado pelas questões da sustentabilidade tem vindo a ganhar muita força nos últimos anos, sendo essa a bandeira criativa de muitas marcas e designers portugueses, que está a conquistar cada vez mais o mercado e que vai acabar por ser um factor chave no futuro”.

E que tendências segue a OMNU- Creative Houses? O que a distingue?

“A premissa pelo respeito do espaço onde vamos intervir e pela vontade do cliente é o fulcro do nosso trabalho criativo. Na OMNU, estamos constantemente a pesquisar tendências, materiais inovadores, sustentáveis e de elevada qualidade, pois a nossa área de intervenção está em constante ebulição e o que hoje é um ‘it’, amanhã pode estar obsoleto.

Num panorama onde muitos se assumem como designers de interiores e decoradores a OMNU destaca-se com a apresentação de trabalhos sempre completos, desenhando e produzindo a sua própria marca de mobiliário, sendo muitas das peças exclusivas e personalizadas para um determinado projecto. Focados na diferenciação, fazemos um acompanhamento permanente durante todo o processo, procurando sempre antever novas tendências. Conscientes de que tudo o que possa fugir ao dito padrão normal ou comercial é sempre mais difícil de implementar, mas é nesse caminho e respeitando sempre a vontade dos nossos clientes que procuramos estar.

Quando recebemos uma planta ou visitamos um imóvel, fazemos uma análise pormenorizada de todos os elementos e daí evoluímos com o nosso projecto de forma a potenciar todo o espaço.

Tudo resulta na criação de ambiências com um toque irreverente e vanguardista, onde as cores e os materiais convivem em harmonia, onde é possível conciliar de forma pensada o clássico e o contemporâneo, onde cada detalhe é determinante para um resultado elegante e intemporal.

Trazemos um panorama do design de interiores e da decoração uma identidade própria, jovem e visionária”, esclarecem os dois empreendedores.

PUB
ARRENDAMENTO
Englobamento obrigatório para rendimentos prediais terá “efeito perverso” no mercado – diz APEMIP
14 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB