Designer portuguesa distinguida na Domus

31 de Janeiro de 2018

A designer Soraia Gomes Teixeira, do Politécnico de Leiria, viu o seu projeto “Movimento Marcado” distinguido pela conceituada revista Domus. 

O projecto concentra-se em trabalhar sobre o espaço, o corpo, o objecto e a relação que estes desenvolvem entre si, desenvolvendo uma série de objectos experimentais que permitem explorar a consciência de determinados movimentos e gestos, e valeu à designer publicação numa das mais importantes revistas da especialidade.

A designer explica que os objectos desenvolvidos no âmbito de “Movimento Marcado” "funcionam como mediadores entre o corpo e o espaço arquitectónico, como os dispositivos de contraplacado colocados a alturas específicas da parede que, por sua vez, exigem um maior desafio para o utilizador. De entre eles, outros enfatizam ações diárias como revelar uma figura geométrica ao andar com uma saia ou engrandecer a inclinação da cabeça num pedestal, como se a nossa cabeça estivesse a precisar de descanso". “Movimento Marcado” foi desenvolvido durante o mestrado em Design de Produto na Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha/IPLeiria, e orientado pelo docente Miguel Vieira Baptista.

Soraia Gomes Teixeira, explica ainda que "o projecto tem como objectivo questionar o quanto o corpo pode moldar um objecto ou o quanto um objecto pode moldar os movimentos do corpo". A designer destaca também que a publicação pela Domus "serviu sobretudo como validação do projecto, mas também de estímulo para continuar a investigar e a explorar esta relação existente entre os objectos, o corpo e o espaço".