A portuguesa Kinda Home abre primeira loja no Porto

29 de Novembro de 2018

A nova marca nacional de mobiliário e decoração Kinda Home abriu a sua primeira loja, no Porto, fruto de um investimento de cerca de 20 milhões de euros e 150 novos postos de trabalho directos.

O plano de expansão traçado para Portugal reflecte as ambições globais desta marca, detida pelo Grupo NUVI, um grupo empresarial familiar português com mais de 50 anos de história. A marca tem prevista a abertura de mais quatro lojas em território nacional, sendo a próxima já em 2019, em Lisboa, na zona de Alfragide, representando um investimento de 25 milhões de euros.

A loja Kinda Home do Porto, situada na Estrada da Circunvalação, junto à rotunda AEP, tem 7.500m2 de área de total de venda onde é possível encontrar milhares de referências de produtos para a casa, adequados a todos os gostos e acessíveis a todas as carteiras: do banho às cozinhas, da decoração à iluminação, passando pelo mobiliário, os têxteis, mesa e jardim. A nova loja tem ainda dois pisos subterrâneos de estacionamento gratuito com mais de 500 lugares e uma zona de restauração com refeições confeccionadas no local e oferta para todos os paladares.

"O Porto é uma localização obrigatória para toda e qualquer marca que se queira afirmar em Portugal. É um distrito com elevada densidade populacional, onde existe um perfil de consumidor exigente, informado, e sensível ao mercado de mobiliário e decoração", refere João Vicente, CEO Kinda Home.

"O lançamento do Kinda Home em Portugal estava planeado desde a génese deste projecto, em 2012. Contudo, a crise que assolava o mercado nacional acabou por ditar a entrada da marca apenas no mercado angolano, em 2013, onde, actualmente, temos quatro lojas. Quando o mercado nacional começou a dar sintomas de retoma, retomámos rapidamente o plano de abertura para Portugal", explica. "Por outro lado, sabíamos haver uma excelente oportunidade de mercado para um player com uma proposta diferente e arrojada, tanto ao nível dos produtos, como ao nível dos serviços. Os portugueses começam a ficar saturados das soluções "one size fits all". Querem ver personalidade nas suas casas, torná-las mais suas. Este era, portanto, o melhor momento para apresentarmos o Kinda Home", afirma o CEO Kinda Home. "A nossa grande ambição é a de termos um produto Kinda Home em casa de cada português, no continente e nas ilhas", acrescenta.