CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sexta-feira, 3 de julho de 2020
Arquitectura
Arquitecto Raulino Silva vence IF Design Award 2019

Arquitecto Raulino Silva vence IF Design Award 2019

3 de fevereiro de 2019

A Casa Touguinhó 3, em Vila do Conde, do arquitecto Raulino Silva venceu o prémio IF Design Award 2019, na categoria de Arquitectura.

O IF Design Award existe desde 1953, tendo sido criado pela organização de design independente mais antiga do mundo, o iF - International Fórum Design GmbH, com sede em Hannover, na Alemanha.

A Casa Touguinhó 3 foi a escolhida na área da arquitectura perante um júri de 67 membros, composto por especialistas independentes do mundo todo. Em competição estiveram 6.400 inscrições enviadas de 50 diferentes países.

IF Design Award é concedido em várias categorias: Produto, Embalagem, Comunicação e Design de serviços/UX, Arquitectura e Interiores, bem como Conceitos Profissionais.

A entrega de prémios terá lugar no próximo mês de Março, em Munique e a exposição com todos os trabalhos estará patente em Hamburgo.

O atelier de Raulino Silva, arquitecto pela Escola Superior Artística do Porto, vê assim de novo os seus projectos premiados internacionalmente. A Casa Touguinhó 3 em 2018 já tinha vencido o Prémio International Architecture Awards nos USA, o Prémio Urban Design e Architecture Design Awards na Índia, e em 2017 venceu o Iconic Awards na Alemanha, o 3º Prémio no Baku International Architecture Award, no Azerbaijão, tendo sido também distinguida como Best Project 2017 no Archilovers em Itália.

O atelier de Raulino Silva venceu também esta semana o prémio 2019 Design And Build Awards da revista de construção "Build Review", em Stafforshire, na Inglaterra.

PUB
TURISMO
Novos registos de alojamento local em Abril foram os piores dos últimos 64 meses – diz consultora
2 de julho de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Arrendamento Acessível regista 242 contratos entre mais de 10 mil candidaturas
2 de julho de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Plano de Investimento para a Europa supera a meta de 500 mil milhões de euros antes do tempo
2 de julho de 2020
PUB