CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021
Arquitectura
ÅNGUERA: Simplicidade Poética portuguesa no nordeste brasileiro 1.jpg 12.jpg S5.jpg V2.jpg V3.jpg V4.jpg V5.jpg V6.jpg V7.jpg V8.jpg V9.jpg ÅNGUERA: Simplicidade Poética portuguesa no nordeste brasileiro

ÅNGUERA: Simplicidade Poética portuguesa no nordeste brasileiro

26 de abril de 2019

No nordeste brasileiro, em Anguera, no estado da Bahia, surge uma casa com a assinatura do arquitecto português Tiago do Vale, que poderia ser explicada com uma estratégia de comunicação universal semelhante à do IKEA.

Para o arquitecto, trata-se de uma obra plena de singularidades. Um projecto que é tanto acerca do que é construído como é acerca da sua comunicação.

"No interior do Nordeste Brasileiro, os recursos disponíveis (limitados em quantidade e em variedade) seriam sempre tema de projecto. No entanto, mais do que tudo, era necessário encontrar resposta à necessidade do seu desenho e comunicação se ajustarem às características da mão-de-obra local.

Considerando que as perspectivas são frequentemente mais eficazes na comunicação de objectos arquitectónicos do que plantas e cortes, perguntámo-nos -com alguma curiosidade inocente, um pouco de bom humor e um espírito pragmático- se a construção de uma casa poderia ser explicada com uma estratégia de comunicação universal semelhante à do IKEA.

Esta ideia de um projecto explicado com a linguagem simples e básica de um manual de montagem de mobiliário tornou-se estratégia de projecto: a sua representação tornou-se o tema que lhe deu forma", explica Tiago do Vale.

O arquitecto revela ainda que: "Em consequência, as operações que permitem a transformação deste edifício teriam de ser simples, quase simplistas. As soluções construtivas teriam de ser básicas, facilmente controladas no seu acabamento e executadas em poucos passos. A construção no seu todo teria de ser condensada numa sequência de movimentos correntes e claros que pudessem ser explicados em apenas algumas páginas.

Assim, toda a construção se resolve com uma paleta diminuta de materiais: cobogó, blocos em betão, cimento, malhas metálicas, MDF para as carpintarias, vidro para os vãos.

O ponto de partida é a demolição singela de tudo o que não é estrutural.

A nova compartimentação é executada com o levantamento simples de paredes de bloco sobre bloco, sem outro acabamento que não uma pintura. Alguns panos são levantados com alvenaria de cobogó, permitindo ventilação em pontos estratégicos da estrutura.

Os pisos são acabados com betão vertido, assim como o balcão da cozinha.

A carpintaria é executada em MDF hidrófogo pintado em obra.

A caixilharia é desenhada por perfis metálicos básicos e, onde seja necessária transparência sem prejuízo da ventilação, erguem-se panos de malha metálica.

Assim, com um conjunto limitado de passos e sem acabamentos suplementares, os espaços estão prontos para ocupação, a baixo custo, de forma inerentemente sustentável e pertencentes ao lugar.

Crucialmente, um processo deste tipo pode ser extrapolado para qualquer projecto, resultando em construções mais simples, mais fáceis e melhor adaptadas que podem ser concretizadas com menos recursos e de forma menos exigente para a mão-de-obra.

Neste exercício Processo, Projecto e Representação tornaram-se uma só coisa".

FICHA TÉCNICA

NOME DO PROJETO                            Ånguera

ARQUITETURA                                      Tiago do Vale Arquitectos

EQUIPA DE PROJETO                         Tiago do Vale, Camille Martin, Eva Amor, Karolina Zuba, Coraline Pothin, Riddhi Varma

ANO DE PROJETO                               2017-2018

PROGRAMA                                           Comércio e Habitação

LOCALIZAÇÃO                                       Anguera, Bahia, Brasil

CLIENTE                                                 Marilene Nery

ÁREA DE IMPLANTAÇÃO                       92 m2

ÁREA DE CONSTRUÇÃO                       184 m2         

PUB
TURISMO
Agências de Viagens e Operadores Turísticos com apoio de 100 milhões de euros
24 de fevereiro de 2021
ARRENDAMENTO
Proprietários receiam que incumprimento de rendas vá aumentar este ano
17 de fevereiro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
FIFA world Cup Qatar 2022: construção de 7 estádios já levou à morte de mais de 6.500 trabalhadores migrantes
24 de fevereiro de 2021
PUB