CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 19 de novembro de 2019
Sustentabilidade

Consórcio liderado pelo Instituto Pedro Nunes cria produto eficiente de revestimento de edifícios

7 de agosto de 2019

Projecto GELCLAD desenvolveu um sistema de isolamento para fachadas que reduz o consumo de energia e as emissões de CO2.

O projecto foi executado por um consórcio coordenado pelo Instituto Pedro Nunes e composto por 12 parceiros de cinco países (Portugal, Espanha, Reino Unido, Alemanha e Eslovénia), que foram recebidos no município de Gijón por representantes do governo da região das Astúrias e de diversas entidades de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico e, ainda, um avaliador da Comissão Europeia.

Com um orçamento de 5,5 milhões de euros, dos quais 4,7 são suportados pela União Europeia, o projecto GELCLAD criou com sucesso um sistema avançado de isolamento de fachadas modulares, composto por um núcleo de aerogel e nano-isolante e uma camada de revestimento final feita de material ecológico.

Actualmente, já se encontram desenvolvidos os conceitos científicos e processos de fabricação e foi criado um protótipo em escala real aplicado numa fachada de um edifício no município de Gijón.

Jorge Corker, coordenador do projecto, revelou durante a reunião de encerramento do projecto GELCLAD, que decorreu na cidade de Gijón, nas Astúrias, Espanha, que este novo sistema contribui para “reduzir o consumo de energia e as emissões de CO2, permitindo ganhos até 40% de eficiência de isolamento”, apresentando-se como um produto inovador que supera as propriedades oferecidas pelos sistemas de isolamento de fachada tradicionais e que terá um impacto real na poupança energética.

A disponibilização deste novo sistema de revestimento será especialmente importante para dar um novo fôlego ao sector da reabilitação urbana, obedecendo a critérios sustentáveis ​​e ecológicos que não desconsiderem a componente humana.

O projecto GELCLAD foi um projecto financiado pela União Europeia, no âmbito do Programa H2020: Nanotechnologies, Advanced Materials, Biotechnology and Advanced Manufacturing and Processing - Tópico EEB-01-2016 (H2020-EEB-2016-2017 – GA723425).

PUB
ARRENDAMENTO
Englobamento obrigatório para rendimentos prediais terá “efeito perverso” no mercado – diz APEMIP
14 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB