CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 27 de outubro de 2020
Reabilitação
Pavilhão Carlos Lopes - Foto António Pedro Santos/Lusa Pavilho-de-Portugal-Rio de Janeiro -1922 - Foto Restos de Colecção Pavilhão das Exposições e Festas - inauguração em 1932 -Foto Restos de Colecção Painéis de Azulejos do Pavilhão Carlos Lopes  - 01 - Foto Restos de Colecção Painéis de Azulejos do Pavilhão Carlos Lopes  - 02 - Foto Restos de Colecção Pavilhão Carlos Lopes - Foto António Pedro Santos/Lusa

Lisboa: Pavilhão Carlos Lopes renascido

17 de fevereiro de 2017

O histórico Pavilhão situado no Parque Eduardo VII, é inaugurado amanhã, Sábado, após profundas obras de requalificação, cujo investimento ascendeu a oito milhões de euros, após 14 anos de encerramento. O “ressuscitado” espaço da cidade, propriedade do Turismo de Lisboa, pretende ser um local multifacetado preparado para receber uma diversidade de eventos.

Vítor Costa, director-geral da Associação Turismo de Lisboa (ATL), entidade encarregue de reabilitar o pavilhão, reconheceu que o edifício estava "bastante degradado e com falta de azulejos e outras peças (...), porque tinham sido vandalizadas, e estava em risco de desaparecer".

 

Melhorias também na envolvente

"O projecto implicou uma melhoria da relação do próprio edifício com o espaço envolvente, quer com o Parque Eduardo VII, quer com a zona urbana: melhoraram-se acessibilidades, criaram-se escadas, inclusivamente uma escada rolante [para a Avenida Sidónio Pais] e retirou-se o estacionamento que havia aqui à volta", precisou o director-geral do Turismo de Lisboa.

Dentro do pavilhão, nos "'foyers', torreões e átrios em que havia elementos decorativos e interesse patrimonial, foi tudo restaurado, respeitando todas as regras de boas práticas" – adianta Vítor Costa.

A antiga sala multiusos, com cerca de 2.000 m2, foi "modernizada, mantendo a fachada, tendo-lhe sido introduzidas condições de segurança, de acesso a deficientes, de ar condicionado e condições técnicas para suspensões e, portanto, hoje pode receber qualquer tipo de evento adequado à dimensão do espaço", apontou. Com uma capacidade para 2.000 pessoas, a sala pode vir a acolher diverso tipo eventos.

 

Nasceu em 1922, no Brasil…

O pavilhão foi idealizado pelos arquitectos Guilherme e Carlos Rebello de Andrade e Alfredo Assunção Santos, tendo sido construído no Brasil em 1922 para a Grande Exposição Internacional do Rio de Janeiro. Mais tarde, seria reconstruido em Lisboa e chamado Palácio das Exposições. A sua abertura deu-se em 3 de Outubro de 1932 com a Grande Exposição Industrial Portuguesa. Viria a ser adaptado para receber eventos desportivos em 1946, passando a ser conhecido por “Pavilhão dos Desportos”. Em 1984 passou a ser designado Pavilhão Carlos Lopes em homenagem ao grande atleta olímpico, tendo sido encerrado em 2003.

A partir de Domingo e durante um mês, das 09h00 às 18h00, o pavilhão pode ser visitado gratuitamente por todos aqueles que o desejem.

PUB
TURISMO
Turismo mundial regista baixa de 70% entre Janeiro e Agosto - OMT
27 de outubro de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Rendas descem 11,1% em Lisboa no 3º trimestre mas em Setembro voltam a subir
16 de outubro de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
No norte de Espanha mais de metade dos jovens possui casa própria
19 de outubro de 2020
PUB