CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sábado, 11 de julho de 2020
Actualidade
Quinta do explorador Serpa Pinto reabilitada vai ter um hotel 4**** Quinta do Paco da Serrana - II.jpg Quinta do Paco da Serrana - I - cortesia C.M. de Cinfães.jpg Quinta do explorador Serpa Pinto reabilitada vai ter um hotel 4****

Quinta do explorador Serpa Pinto reabilitada vai ter um hotel 4****

22 de maio de 2019

A Quinta do Paço da Serrana, na aldeia de Boassas, concelho de Cinfães, no distrito de Viseu, sobranceira ao rio Douro, onde viveu a família do explorador colonial Alexandre Serpa Pinto, vai finalmente ser reabilitada por decisão da autarquia duriense.

A deliberação ocorreu em Assembleia Municipal de Cinfães no passado dia 28 de Dezembro de 2018, tendo posteriormente o executivo celebrado um contrato de concessão por 50 anos com a empresa Porto Antigo – Sociedade Turística.

A quinta, durante décadas votada ao abandono, tem cerca de 19 hectares e “um valor patrimonial e natural inestimável”. O estabelecimento hoteleiro – que se denominará Hotel Serpa Pinto — terá a categoria de quatro estrelas e 190 quartos, dando emprego a cerca de 30 pessoas. Será composto por um hotel construído de raiz que concentra a grande maioria das unidades de alojamento do mesmo, além de unidades de alojamento dispersas pela quinta e em integração com a Natureza, em tipologia de moradia e designadas por “bird houses”. A unidade terá um restaurante e wine-bar, resultante da reconstrução da adega existente, uma capela implantada no local onde hoje se encontra uma ruína e uma área infraestruturada para receber eventos.

 

“Espaço Serpa Pinto Discoveries”

A localização proposta para o edifício principal situar-se-à junto à velha adega e as unidades de alojamento terão “áreas compreendidas entre os 24 e 55m2.

Por sua vez, as “bird houses” disponibilizam 6 unidades de alojamento: 5 unidades de tipologia T1, cada uma com capacidade para 2 pessoas e uma unidade de tipologia T2 com capacidade para 4 pessoas.

A velha mansão de Serpa Pinto, célebre explorador em África no final do séc. XIX, será recuperada pelo Município para um espaço museu designado de “Espaço Serpa Pinto Discoveries”

A CM de Cinfães no âmbito dos compromissos assumidos no contrato de concessão será também responsável pela execução das obras de infraestruturas (vias pedonais e viárias), estacionamento, esgotos, abastecimento de água e rede eléctrica) necessárias ao usufruto dos diversos espaços e actividades previstos para a quinta e para o hotel.

Os futuros hóspedes e visitantes da unidade hoteleira poderão desfrutar de um lugar de grande valor paisagístico e vegetal, com uma vista privilegiada para o vale do Rio Bestança e para o Rio Douro.

A autarquia de Cinfães exarou a concessão dos direitos de superfície da Quinta do Paço da Serrana por 50 anos à Porto Antigo, único concorrente ao concurso, tendo por base um estudo de projecto apresentado pelo FOCUS Group, do Arquitecto Nuno Malheiro. Neste momento decorre a aprovação do projecto de arquitectura, que já foi apresentado.

“É um investimento público, muito importante para o concelho. Um espaço que permite apostar noutro tipo de turismo, de marketing territorial, que criará uma dinâmica económica e social muito importante para a região”, explicou esta semana o presidente do município de Cinfães, Armando Mourisco (PS).

Segundo o autarca, espera-se que o hotel esteja aberto ao público no Verão de 2022.

 

Quem foi Alexandre Serpa Pinto

Alexandre Alberto da Rocha de Serpa Pinto, 1.º Visconde de Serpa Pinto 1846-1900), foi um militar, explorador e administrador colonial português.

Participou em várias expedições pela região austral de África, tendo estudado as bacias hidrográficas do Congo, do Zambeze e do Cuango. O seu desejo de tentar a travessia de África acabou por se consumar em 1878 tendo chegado ao Rio Zambeze e completado a travessia em 1879.

Da travessia ficou o notável relato do próprio Serpa Pinto, com o título “Como Eu Atravessei a África”.

PUB
TURISMO
São Rafael Villas, Apartments & GuestHouse lança Villa V
10 de julho de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Imobiliárias vão promover Programa Renda Segura
10 de julho de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Investimento imobiliário multifamily europeu deve ultrapassar os 22 mil milhões de euros
7 de julho de 2020
PUB