CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 27 de outubro de 2021
Actualidade
Licenciamento e obras concluídas em níveis superiores ao período pré-pandemia

Licenciamento e obras concluídas em níveis superiores ao período pré-pandemia

10 de setembro de 2021

No 2º trimestre de 2021 foram licenciados 6,5 mil edifícios, +27,1% face ao mesmo trimestre do ano anterior (+8,3% no 1º trimestre de 2021). Este valor supera em 9,3% os edifícios licenciados no 2º trimestre de 2019 (período pré-pandemia COVID-19), revela hoje o INE - Instituto Nacional de Estatística.

Todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas no número total de edifícios licenciados. As regiões que mais se destacaram foram a Área Metropolitana de Lisboa (+41,8%), o Algarve (+38,4%), o Centro (+33,5%) e a Região Autónoma dos Açores (+30,2%).

Os edifícios licenciados em construções novas aumentaram 27,3%, +14,7% face ao 2º trimestre de 2019 (+9,8% no 1º trimestre de 2021). O licenciamento para reabilitação registou um crescimento de 25,4%, traduzindo-se num decréscimo de 6,7% em relação ao 2º trimestre de 2019 (+2,9% no 1º trimestre de 2021).

Os edifícios concluídos cresceram 3,3% (+5,6% no 1º trimestre de 2021; +7,9% face ao 2º trimestre de 2019), totalizando 3,7 mil edifícios. Comparativamente com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados decresceu 1,5% (+13,0% no 1º trimestre de 2021) e o número de edifícios concluídos diminuiu 0,4% (-3,0% no 1º trimestre de 2021).

Estima-se que tenham sido concluídos 3,7 mil edifícios em Portugal, no 2º trimestre de 2021, correspondendo, na sua maior parte, a construções novas (79,6%) e que destas, 77,0% tenham tido como destino a habitação familiar.

Verificaram-se aumentos de 3,0% nas obras concluídas em construções novas e de 4,4% nas obras de reabilitação, face ao 2º trimestre de 2020. Em comparação com o trimestre anterior, as variações foram de -1,5% e +4,3%, respectivamente.

Com excepção da região do Alentejo (-1,9%), todas as regiões do país registaram um crescimento homólogo no licenciamento para construções novas, evidenciando-se o Algarve (+45,6%), a Área Metropolitana de Lisboa (+39,1%) e o Centro (+36,9%).

Numa análise mensal, verifica-se que após o decréscimo homólogo observado em Janeiro (-13,3%), os edifícios licenciados observaram um crescimento muito significativo em Março, Abril e Maio (+45,3%, +70,5% e +22,9%, respectivamente). Quando comparado com os mesmos meses de 2019, este crescimento é também relevante nos meses de Março, Abril e Junho (+25,2%, +27,7% e +8,8%, respectivamente).

PUB
PUB
TURISMO
Alojamento e Restauração com maior proporção de novas contratações no 2º trimestre
27 de outubro de 2021
ARRENDAMENTO
Procura de famílias estrangeiras que fixam residência em Portugal impulsionam mercado de arrendamento
27 de outubro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Novo Fundo de Investimento da Sonae Sierra adquire cinco supermercados na Alemanha
26 de outubro de 2021
PUB