CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
segunda-feira, 27 de Maio de 2019
Internacional

Preços das casas e escritórios descem em Angola

10 de Dezembro de 2018

Em 2018, os preços em Angola desceram significativamente, seja nos escritórios, habitação ou hotelaria. A crise económica e o abrandamento da procura ditam a redução. 

O último estudo da Colliers Internacional, Angola Snapshot 2018, indica que durante 2018, Angola tem vindo a reformar algumas das suas principais instituições, procurando refundar em bases sólidas a sua economia, demasiado alicerçada num sector do petróleo, que tarda em dar sinais de retoma.

O abrandamento da economia levou à reestruturação de muitas empresas, que reduziram o pessoal e o espaço de escritórios ocupado. A oferta continua a superar a procura, pressionando os preços e as renda para baixo. 

Renda (CBD) 50-80 USD/m² - Yield (CBD) 14-16% - Venda (CBD) 5.000-7.500 USD/m² - Renda (Talatona) 35-65 USD/m² - Venda (Talatona) 2.500-5.000 USD/m²

Já na habitação e hotelaria, o relatório avança que a redução da procura, sobretudo de expatriados, tem pressionado os preços e as rendas para baixo. Na hotelaria, apesar da redução da ocupação, os preços apreciaram-se nominalmente, devido à flutuação cambial.

Habitação:

Venda (Luanda) 3.200-6.000 USD/m² - Renda (Luanda) 20-55 USD/m² - Venda (Talatona) 2.000-4.500 USD/m² - Renda (Talatona) 10-35 USD/m²

Quanto ao investimento a Colliers Internacional, avança que o ano revelou-se difícil para os investidores imobiliários. Os constrangimentos no financiamento, bem como a escassez de divisas, travou o investimento, limitando o surgimento de novos empreendimentos.

PUB
ARRENDAMENTO
Programa de Arrendamento Acessível entra em vigor a 1 de Julho
22 de Maio de 2019
PUB
PUB
PUB