CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Internacional
Oferta de arrendamento dispara em Madrid e Barcelona, preços baixam

Oferta de arrendamento dispara em Madrid e Barcelona, preços baixam

13 de janeiro de 2021

O ano de 2020 findou em Espanha que uma profunda mudança no mercado da habitação: nas duas maiores cidades do território espanhol, a oferta de arrendamento aumentou 133% e 155% em Madrid e Barcelona, respectivamente.

Consequência deste aumento inusitado da oferta, as duas cidades conheceram uma diminuição do preço das rendas que caíram 7% em Madrid e 9% em Barcelona.

Os dados divulgados pelo periódico Cinco Dias que cita fontes do portal Idealista. Que refere: “na capital, das cerca de 13.000 habitações em oferta para arrendamento no início do ano passado chegou-se às 30.000 no final do exercício”. Em Barcelona, o salto foi de 10.000 para as 22.000 habitações para arrendamento.

Segundo o periódico, o fenómeno também ocorreu em outras cidades de Espanha, casos de Sevilla, Málaga ou Valencia, con aumentos 169%, 143% 119%, respectivamente.

Os impactos do fenómeno teve, naturalmente, reflexo nos preços praticados no mercado. A quebra a pique no turismo de curta e longa duração, o confinamento dos universitários nas suas residência com ensino à distância e o teletrabalho contribuiram para agudizar a quebra da procura.

Embora o rendimento médio de arrendamento senha fechado o ano com um ligeiro aumento de 1,4%, a verdade é que “os valores nos mercados de arrendamento mais dinâmicos encerraram 2020 com quedas históricas, de acordo com o relatório de preços de arrendamento do portal Idealista. No topo ficou Barcelona, ​​com um decréscimo ano-a-ano de 9,4%, seguido de Madrid (-7,3%), Palma de Maiorca (-6,2%), Málaga (-5,6%) e Sevilha (-5,2%).

PUB
TURISMO
Proença-a-Nova reabilita Praia Fluvial da Aldeia Ruiva
26 de fevereiro de 2021
ARRENDAMENTO
Aprovada proposta que permite ao fisco ceder dados para validação do Apoiar Rendas
26 de fevereiro de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
FIFA world Cup Qatar 2022: construção de 7 estádios já levou à morte de mais de 6.500 trabalhadores migrantes
24 de fevereiro de 2021
PUB