CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020
Internacional

Em Espanha o imobiliário das cinco maiores cidades está supervalorizado

11 de novembro de 2019

Segundo um estudo realizado em Outubro pela Gloval, grupo especializado em serviços de avaliação, engenharia e consultoria imobiliária, mais da metade do mercado imobiliário de compra e venda de habitação em cinco das cidades mais populosas do país vizinho (Madrid, Barcelona, Valência, Bilbau e Málaga) está acima do preço e em risco de bolha”.

O estudo teve por base dados públicos actualizados e relatórios de clientes, avaliações e transacções imobiliárias.

Segundo os analistas, a hipervalorização de grande parte do imobiliário de compra-e-venda residencial deve-se às altas variações anuais registadas, ao aumento da taxa de esforço e à intensa dinâmica do mercado. “Factores todos eles que fazem com que os preços de mercado fiquem saturados e levem a procura a um abrandamento e mesmo a uma estagnação.

Málaga é a cidade de Espanha onde a situação é mais intensa, já que quase todo o mercado de compra e venda está sobrevalorizado (99%). A cidade basca de Bilbau, por sua vez, apresenta 74% do seu mercado residencial em sobrevalorização e Valência regista 69%.

Ainda segundo o estudo citado pela publicação inmobiliario, “Em relação às duas grandes cidade de Espanha, Madrid apresenta 72% do seu mercado imobiliário de compra e venda sobrevalorizado, dos quais 21% “em risco de bolha”. Em Barcelona a situação ainda é mais preocupante: 84% do mercado sobrevalorizado com 48% em situação de bolha”

 

PUB
ARRENDAMENTO
Rendas das casas aumentam 3,4% em Janeiro em termos homólogos
12 de fevereiro de 2020
PUB
PUB
PUB