CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quinta-feira, 14 de novembro de 2019
Internacional
Baía de Luanda - Fotografia da página Facebook do Governo de Angola

Angola é principal mercado externo da construção portuguesa

18 de novembro de 2018

Angola continua a ser o principal mercado externo do sector português da construção, responsável por 28% da facturação no estrangeiro em 2017, o equivalente a 1.415 milhões de euros, segundo dados da AICCOPN.

De acordo com mais recentes dados da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), estes 28% representam um aumento de 22% face a 2016.

No ano passado, Angola foi também o país com valor mais elevado de novos contratos assinados pelas construtoras nacionais: 1.574 milhões de euros, equivalentes a 29% do total e a uma subida de 12% face ao ano anterior.

No total, o volume de negócios da construção e imobiliário nacionais nos mercados externos ascendeu a 10,8 mil milhões de euros (contra 10,01 milhões de euros em 2016), o que representa 15,9% das exportações portuguesas nesse ano.

E se, na sua actividade internacional, as construtoras portuguesas estão distribuídas por cerca de 40 países, o continente africano é a zona geográfica onde têm maior presença, sendo aliás Portugal o quarto país europeu com maior facturação no mercado africano da construção, cifrado em 2,4 mil milhões de euros, depois da Turquia, França e Itália.

Considerando apenas os novos contratos detidos, Portugal sobe mesmo ao segundo lugar do 'ranking' de países europeus com maior volume de obras em carteira em África.

Lusa/DI

PUB
ARRENDAMENTO
Rendas das casas aumentam 3,4% em Outubro em termos homólogos - INE
13 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB