CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 12 de novembro de 2019
Actualidade

Grande Porto: Mercadona abre 4 supermercados até 2019

1 de março de 2017

A Mercadona pretende, até 2019, abrir os primeiros quatro supermercados na zona do Grande Porto. O primeiro será na Freguesia do Canidelo.

“Portugal é um país em que vale a pena investir e em que viemos para ficar”, disse  em Valência, a directora das Relações Externa para Portugal da Mercadona, Elena Aldana.

A empresa já contratou cerca de 85 quadros médios em Portugal de um total de 350 trabalhadores que pretende assegurar até 2019

De acordo com esta responsável da empresa, já foram contratados ou estão em vias de o ser entre 70 e 100 quadros intermédios de direcção de um total previsto de 150, e estima-se que no final da primeira fase de expansão em Portugal, em 2019, deverá haver mais 200 empregados para trabalhar nas superfícies comerciais.

A cadeia de retalho espanhola prevê realizar um investimento de 25 milhões de euros até 2019 nos escritórios que já tem no Porto e em Lisboa, assim como na construção de quatro supermercados que vão abrir na zona do Grande Porto.

 

O primeiro Mercadona a abrir será na freguesia do Canidelo

A primeira destas superfícies comerciais será aberta na freguesia do Canidelo, concelho de Vila Nova de Gaia.

A empresa comprou em 2016 cerca de 52 milhões de euros de produtos em Portugal para serem vendidos nos cerca de 1.614 supermercados que tem em Espanha.

Elena Aldana assegurou que as superfícies que vão ser abertas em Portugal terão produtos a pensar nos clientes portugueses.

“A nossa estratégia é desenvolver os produtos que os clientes querem”, disse a responsável da empresa, acrescentando que, “se o cliente português quiser produtos portugueses, então serão comprados produtos portugueses”.

Segundo dados fornecidos pela Mercadona, a empresa é líder do mercado de distribuição e venda de produtos alimentares em Espanha com uma quota superior a 20% (medida em termos de volume de mercadoria), à frente de concorrentes como o Grupo Dia, Carrefour ou Lidl.

Com 76.000 trabalhadores em Espanha, a Mercadona fechou 2015 com um volume de facturação de 20.831 milhões de euros, um aumento de 3% em relação ao ano anterior, e um lucro de 611 milhões de euros, um crescimento de 12%.

A empresa espanhola anunciou em Junho passado que tinha decidido iniciar o processo de internacionalização, tendo escolhido Portugal para abrir os primeiros supermercados fora de Espanha.

A directora das Relações Externa para Portugal da Mercadona confirmou ainda que até ao final do segundo trimestre de 2017 a empresa irá abrir em Matosinhos, nos arredores do Porto, um “centro de coinovação”, para conhecer “os hábitos e preferências dos consumidores portugueses” antes de abrir o seu primeiro supermercado em Portugal.

Este “laboratório de ideias” terá 1.000 metros quadrados, vai estar localizado na Avenida Menéres, em Matosinhos, e irá juntar-se aos 12 centros deste tipo que a empresa já tem em Espanha.

Lusa/DI

PUB
ARRENDAMENTO
Modelo do IRS para 2020 com campo para contratos de arrendamento com redução de IRS
5 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB