CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
terça-feira, 12 de novembro de 2019
Actualidade

Fundos internacionais querem investir em projectos de renda acessível em Lisboa

9 de outubro de 2019

Presente na Expo Real, que termina hoje em Munique, na Alemanha, Diogo Ivo Cruz, director da Invest Lisboa, revela que muitos fundos internacionais têm mostrado interesse em investir na capital no âmbito do Programa Renda Acessível.

Pela sexta vez, a Invest Lisboa marca lugar numa das maiores feiras da Europa de Imobiliário, com o objectivo de continuar a captar investimento para a capital portuguesa. Neste momento, a feira de Munique reúne a nata do imobiliário internacional. Os maiores fundos, promotores, consultoras do sector estão presentes na cidade alemã.

A cidade de Lisboa, mesmo que ainda de forma modesta, tem o seu lugar entre os ‘gigantes’ da Europa e não quer perder a oportunidade de mostrar que a capital portuguesa, é neste momento um dos dos locais da Europa mais atractivos para investir. Contudo, ainda falta alguma ambição às instituições públicas e à autarquia em particular, para se fazer representar com força e pujança digna de Lisboa, para poder competir com algumas das cidades da Europa, presentes no evento.

De forma tímido e pouco apelativo, o stand da Invest Lisboa leva consigo algumas empresas portuguesas, como a Ashira Capital, a sociedade de advogados BAS, a consultora B.Prime e a Infante & Riu - Portugal Investments Broker e a SGAL Soc. Gestora da Alta de Lisboa.

Contudo, a vontade de mostrar o que cidade de Lisboa pode oferecer e de captar investimento é o principal objectivo da Invest Lisboa.

Diogo Ivo Cruz, que se encontra neste momento à frente interinamente desta instituição da Câmara de Lisboa, admite que existem muitos investidores estrangeiros a procurar Lisboa para investir. Com uma forte aposta no programa da Renda Acessível, o responsável revelou que muitos investidores estrangeiros procuram na feira, informações sobre o programa, “o interesse foi grande”.

Se nos útlimos anos, a hotelaria captava a maioria do interesse destes investidores, neste momento, as residências de estudantes está a gerar muita curiosidade e vontade de investir por parte destes investidores. No entanto, os projectos para renda acessível foram aqueles que mais despertaram a curiosidade dos investidores presentes na Expo Real.

Diogo Ivo Cruz admite que o mercado português continua muito dinâmico, “a cidade está mais bonita e investe-se na reabilitação”. Apesar disso, o responsável revela que esta dinâmica traz mais desafios. Admite que a procura por parte dos investidores estrangeiros foi decisivo para a subida dos preços. “Lisboa é relativamente pequena, não existia stock e muito dele acabou por ir para o turismo. Tudo isso fez subir os preços. Temos de corrigir mas sem estagnar”, afirma.

Mas o responsável está confiante. Acredita que existem mudanças positivas com a nova lei de base da habitação. “Procurar soluções como a renda acessível, é fundamental. Existe de facto interesse por parte de investidores estrangeiros em projectos no âmbito deste programa. Só aqui na Expo Real recebemos muitos investidores de fundos internacionais interessados na Renda Acessível”, conclui o responsável.

https://www.diarioimobiliario.pt/Actualidade/EXPO-REAL-Grande-evento-internacional-de-imobiliario-com-forte-presenca-de-portugueses

https://www.diarioimobiliario.pt/Entrevistas/Portugal-e-atraente-para-os-investidores-e-ganhou-significativamente-em-importancia

PUB
ARRENDAMENTO
Modelo do IRS para 2020 com campo para contratos de arrendamento com redução de IRS
5 de novembro de 2019
PUB
PUB
PUB