CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sábado, 19 de outubro de 2019
Escritórios

Mais trabalho flexível – exigem os pais!

19 de janeiro de 2019

Segundo um estudo recente da Regus, os pais vão passar a exigir, cada vez mais, opções de trabalho flexível por parte dos empregadores, de forma a permitir-lhes passar mais tempo com a família. O inquérito realizado por aquela empresa fornecedora de espaços de trabalho globais, concluiu que “85% dos pais trabalhadores preferiam perder outros benefícios em prol do trabalho flexível, com 81% dos inquiridos a defender que é mais vantajoso um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional”.

Esta uma razão que tem levado ao crescimento exponencial de espaços de trabalho flexível, conhecidos como ‘coworking’, que oferecem aos trabalhadores e funcionários um espaço onde podem trabalhar sem se deslocarem para o escritório ou ficarem em casa, onde estão sujeitos a distrações.

De acordo com o inquérito da Regus a pais trabalhadores, a principal actividade em que gastariam mais tempo, em vez da deslocação para o trabalho, seria estar com a família (71%), seguida de ter "tempo para mim", como tomar um banho prolongado ou sair com os amigos (38%).

No estudo, 96% dos pais trabalhadores afirmam que trabalhariam para um empregador que disponibilizasse trabalho flexível como parte do pacote de benefícios e 74% afirmam que estão dispostos a aceitar um trabalho diferente caso este disponibilize várias localizações para trabalhar. Por exemplo, os pais trabalhadores disseram que estavam dispostos a trabalhar à hora de almoço (85%) ou a perder outros benefícios, como a mensalidade do ginásio (85%), para adoptar o trabalho flexível.

Para Jorge Valdeira, Country Manager da Regus em Portugal, “O ritmo da vida profissional moderna pode tornar difícil a gestão do equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho para qualquer um, mas os pais, principalmente, lutam para garantir a harmonia entre família e carreira. A utilização de espaços de trabalho flexível oferece aos pais uma solução, ao eliminar o tempo de deslocação para o trabalho e ao disponibilizar-lhes um horário flexível que seja compatível com as obrigações pessoais...”.

PUB
ARRENDAMENTO
Senhorios vão ter aplicação para comunicarem duração da renovação dos contratos
17 de outubro de 2019
PUB
PUB
PUB