CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quinta-feira, 9 de julho de 2020
Escritórios
Local de trabalho nunca mais será uma localização apenas mas de várias

Local de trabalho nunca mais será uma localização apenas mas de várias

28 de maio de 2020

O teletrabalho pode ter chegado para ficar, mas muitos trabalhadores admitem que as relações humanas e a interacção social estão a ser negativamente impactadas, reflectindo-se na cultura das empresas.

O estudo realizado pela consultora Cushman & Wakefield, “The Future of Workplace” – resultado de um inquérito global feito a mais de 40.000 colaboradores de empresas multinacionais sobre teletrabalho, demonstra que durante a pandemia, a produtividade manteve-se alta e que houve uma forte colaboração entre equipas através de um melhor e mais intensivo uso da tecnologia. 75% dos inquiridos afirma que colaboram eficazmente com os seus colegas no contexto actual, e 73% afirmam que gostariam que as suas empresas aplicassem politicas de trabalho flexível a longo-prazo ou mesmo permanentemente.

“É imperativo reconhecer que o local de trabalho nunca mais será uma localização apenas, mas um ecossistema composto por vários locais e experiências que ofereçam flexibilidade, funcionalidade e bem-estar aos colaboradores”, comenta Eric van Leuven, diretor-geral da Cushman & Wakefield em Portugal. “Apesar disto, a dimensão atual dos escritórios deve manter-se igual, uma vez que a prática de trabalho flexível resultará em menos pessoas fisicamente no escritório, mas com uma necessidade de espaço entre elas muito maior que anteriormente”.

“Ao olharmos o futuro, vemos o espaço de escritório com um novo propósito: o de ser um destino inspiracional que fortaleça ligações, aumente aprendizagens, encoraje interacções entre colegas e clientes, e impulsione a criatividade e inovação”, conclui Eric van Leuven.

Principais conclusões:

 1. A produtividade pode ocorrer em qualquer lugar, não apenas no escritório:

  • Antes do COVID-19, os trabalhadores em teletrabalho estavam mais envolvidos e tinham uma melhor experiência no local de trabalho do que os funcionários do escritório.
  • Durante a pandemia, a colaboração eficaz da equipa alcançou novos patamares, através de uma melhor alavancagem da tecnologia colaborativa remota, e a capacidade de foco foi mantida.

2. A flexibilidade e a opção de trabalhar em qualquer lugar estão a acelerar

  • 73% da força de trabalho acredita que as empresas devem adoptar algum nível de trabalho em casa
  • A conexão humana e o vínculo social estão em risco, com impacto na conexão com a cultura corporativa e a formação
  • Gerações mais jovens estão a relatar mais desafios a trabalhar em casa

3. O novo normal será um ecossistema total no local de trabalho:

  • O local de trabalho não será mais um único local, mas um ecossistema de uma variedade de locais e experiências para apoiar a conveniência, a funcionalidade e o bem-estar
  • O objectivo do escritório será fornecer destinos inspiradores que fortaleçam a conexão cultural, a formação, o vínculo com clientes e colegas e apoiam a inovação
  • O tamanho actual da pegada permanecerá estável, equilibrando o relaxamento da densidade do espaço, do distanciamento social com menos procura de funcionários em escritórios na nova estratégia total do local de trabalho.
PUB
TURISMO
Portugal entre as sete melhores viagens rodoviárias do mundo
8 de julho de 2020
PUB
ARRENDAMENTO
Finanças quer ver minuta de contrato antes de isentar rendas acessíveis de IRS/IRC
8 de julho de 2020
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Investimento imobiliário multifamily europeu deve ultrapassar os 22 mil milhões de euros
7 de julho de 2020
PUB