Construção de novos edifícios cresceu 12,4%

13 de Setembro de 2017

Foram licenciados 4,6 mil edifícios e concluídos 2,9 mil em Portugal no segundo trimestre do ano, ou seja, os edifícios licenciados aumentaram 7,4% e edifícios concluídos cresceram 12,2%, comparativamente ao período homólogo. 

Segundo os dados divulgados hoje pelo INE - Instituto Nacional de Estatística, nos edifícios licenciados para construções novas observou-se um acréscimo de 12,4% (+36,7% no 1º trimestre de 2017) correspondendo a 4,6 mil edifícios. Enquanto no licenciamento para reabilitação se registou um decréscimo de 0,7% (+18,2% no 1º trimestre de 2017).

Já os edifícios concluídos registaram um aumento de 12,2% (+13,1% no 1º trimestre de 2017) perfazendo 2,9 mil edifícios. Comparativamente com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados decresceu 6,4% (+13,1% no 1º trimestre de 2017) e os edifícios concluídos registaram uma variação de +0,2% (+3,2% no 1º trimestre de 2017). 

Do total de edifícios licenciados, 67,3% corresponderam a construções novas e, destas, 69,8% destinaram-se a habitação familiar. Os edifícios demolidos (346 edifícios) corresponderam a 7,4% do total de edifícios licenciados no 2º trimestre de 2017.

Quanto às obras concluídas, no período em análise, correspondendo na sua maioria a construções novas (68,5%), das quais 68,4% tiveram como destino a habitação familiar. Todas as regiões registaram um aumento no número de edifícios concluídos, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa com uma variação homóloga de +34,7% e a Região Autónoma dos Açores com +30,5%.

O INE avança ainda que as obras concluídas para construções novas em Portugal aumentaram 12,3% face ao 2º trimestre de 2016, enquanto as obras de reabilitação cresceram 12,0%. Em comparação com o trimestre anterior, as obras concluídas para construções novas diminuíram 1,0%, enquanto as obras de reabilitação cresceram 3,0%.