CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
sexta-feira, 6 de dezembro de 2019
Arrendamento

Rendas em Lisboa para estudantes aumentaram 8,6% em 2018

28 de fevereiro de 2019

Lisboa continua a ser a cidade mais procurada pelos estudantes, em 2018, o valor médio da renda de um quarto privado em casa partilhada foi de 377 euros, mais 8,6% do que em 2017.

Segundo a Uniplaces, plataforma online para alojamento de médio a longo prazo, cerca de 81% dos estudantes optaram por arrendar quarto privado em casa partilhada, com 18% a optar pelo arrendamento de uma propriedade completa. A opção de cama em quarto partilhado continua a ser residual (1%).

Os dados divulgados pela plataforma referem-se ao arrendamento a estudantes no ano 2018, nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra. Através da Uniplaces foram reservadas mais de 3,5 milhões de noites – em todas as localizações onde a plataforma disponibiliza ofertas de alojamento, para estudantes de 165 nacionalidades que encontraram o alojamento ideal para a sua experiência de mobilidade, com uma duração média de estadia de cinco meses, o equivalente a um semestre.

Os estudantes internacionais representaram mais de 88% das reservas feitas em Portugal, percentagem que aumentou face ao ano anterior, com as nacionalidades brasileira, italiana e francesa a dominarem as reservas no nosso país.

No Porto, o valor médio de arrendamento de quarto privado em casa partilhada foi de 287 euros, número que se traduz num aumento de 33 euros face ao ano anterior. Continua a ser mais barato estudar a norte do país, pelo que a parcela de estudantes que opta pelo arrendamento de casa completa sobe para 29%, com cerca de 69% dos estudantes a manter a preferência pelo arrendamento de quarto privado em casa partilhada.

Coimbra representa a zona do país onde o alojamento dirigido a estudantes é mais barato. O valor médio para o arrendamento de quarto privado em casa partilhada foi 200 euros em 2018, número que se manteve estável face aos dados do ano anterior. A maioria dos estudantes continuou a optar por esta modalidade de arrendamento (61%), com 39% a optar pelo arrendamento de casa completa.

"Os dados mostram que a Uniplaces é cada vez mais a plataforma de referência para os estudantes que pretendem reservar alojamento para a sua experiência de mobilidade de forma rápida e segura, para além de jovens profissionais e residentes estrangeiros, públicos alvo que têm vindo a aumentar, desde 2018 até à data. O nosso objectivo é conseguir disponibilizar na plataforma um conjunto de ofertas cada vez mais diversificado e acessível a todos aqueles que iniciam um caminho ou projeto internacional.", explica Carla Silva, Head of Communication da Uniplaces.

PUB
ARRENDAMENTO
Senhorios têm entre 1 de Janeiro e 15 de Fevereiro para entregar declaração e ter redução de IMI
1 de dezembro de 2019
PUB
PUB
PUB