CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 9 de maio de 2021
Reabilitação
Investigadores criam plataforma para renovação sustentável de edifícios históricos

Investigadores criam plataforma para renovação sustentável de edifícios históricos

11 de dezembro de 2020

Um grupo de investigadores da FCT NOVA juntou-se para criar uma plataforma de apoio à renovação sustentável de edifícios históricos. O objectivo é ajudar a tornar a complexa renovação de edifícios residenciais históricos num processo mais simples, atraente e escalável, com informações relevantes sobre como tornar as casas mais sustentáveis.

'Green Menu' é o nome do projecto pan-europeu que junta investigadores especialistas em reabilitação de edifícios e eficiência energética de Portugal, Eslovénia e Holanda, financiado pelo EIT Climate-KIC, na criação de uma plataforma online que tem como principal objectivo tornar o processo de renovação de edifícios históricos em algo mais simples, atraente e escalável.

Nesta extensa caixa de ferramentas online, os proprietários de casas históricas em Portugal, na Eslovénia e na Holanda podem encontrar informações relevantes sobre como tornar as habitações mais sustentáveis, incluindo soluções técnicas, oportunidades financeiras e regulamentação sobre património local. Na plataforma é também possível aceder a ferramentas de cálculo de fácil utilização, e encontrar informações relevantes sobre oportunidades de retrofitting.

"Sabemos que a melhoria da eficiência energética nos edifícios é fundamental para os esforços globais de mitigação das alterações climáticas e a manutenção do aumento de temperatura abaixo de 1,5 °C. A actual crise pandémica veio também reforçar a importância de se investir na resiliência dos sistemas socioeconómicos e em estilos de vida saudáveis. A renovação de edifícios é uma medida essencial identificada pela Comissão Europeia no Pacto Ecológico Europeu, sendo uma iniciativa essencial para atingir as metas de energia e clima europeias e globais", explica João Pedro Gouveia, investigador da FCT NOVA.

O 'Green Menu' (na versão portuguesa intitulado de 'Menu de Renovação Verde') traduz-se numa ferramenta útil sobretudo para proprietários de habitações mais vulneráveis e edifícios mais antigos. Os edifícios construídos antes de 1945 representam entre 10% a 30% do parque edificado, dependendo do país em questão. Com uma reabilitação particularmente complexa, torna-se difícil para o cidadão comum encontrar informações específicas e detalhadas que se encontram dispersas por várias entidades. Esta plataforma gratuita reúne num único local toda a informação sobre medidas sustentáveis, instrumentos financeiros e regulamentação.

O projeto resulta de uma colaboração entre o CENSE - Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, em Portugal, do E-Zavod, Institute for Comprehensive Development Solutions, na Eslovénia, e do De Groene Grachten, Holanda, e financiamento do EIT Climate-KIC, tendo sido selecionado num concurso europeu extraordinário para Projectos de Regeneração pós-Covid-19.

PUB
TURISMO
Cerca Design House: Refúgio no coração da Serra da Gardunha reabre portas
7 de maio de 2021
ARRENDAMENTO
Arrendamento em Portugal no radar dos investidores. Próximos anos serão de crescimento
7 de maio de 2021
PUB
PUB
INTERNACIONAL
Generali muito activa no mercado imobiliário europeu
7 de maio de 2021
PUB