CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Entrevistas
Victor Reis, presidente do IHRU Victor Reis, presidente do IHRU

A Rua do Ouro em Lisboa vai ter 23 casas com renda acessível

10 de Novembro de 2016

O programa Reabilitar para Arrendar - Habitação Acessível tem sido um sucesso e Victor Reis, presidente do IHRU em entrevista ao Diário Imobiliário, revela que o centro histórico de Lisboa também não é esquecido. Para o efeito, a IHRU - Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana celebrou recentemente um contrato de financiamento, no valor de 2,1 milhões de euros para disponibilizar 23 habitações com rendas condicionadas na Rua do Ouro, no coração da capital portuguesa. Adianta ainda que já foram celebrados perto de 20 milhões de euros em contratos de financiamento no âmbito deste programa. 

Que balanço faz do programa Reabilitar para Arrendar - Habitação Acessível?

Desde o seu lançamento, em julho de 2015, o programa tem registado níveis excelentes de adesão, com mais de 80 candidaturas aprovadas.

Um dos grandes exemplos da adesão a este programa, é o contrato de financiamento que o IHRU celebrou recentemente, no valor de 2,1 milhões de euros e que vai disponibilizar 23 habitações com rendas condicionadas na Rua do Ouro, no centro de Lisboa. As rendas serão 20 a 30% abaixo dos valores do mercado.

Quantos municípios já aderiram?

A adesão dos municípios tem sido excelente e já estão celebrados mais de 30 protocolos de colaboração. Este número está a aumentar, uma vez que temos recebido diversas manifestações de interesse por parte de outros municípios.

No entanto, e porque a disseminação e operacionalização deste programa se ambiciona o mais abrangente possível, consideramos que a celebração de protocolos de cooperação institucional com entidades que pela sua natureza concorram para o mesmo objectivo constitui uma mais valia. Por este motivo, o Instituto já celebrou igualmente protocolos com outras entidades, como as Misericórdias, que são detentoras de um vasto património, e diversas Associações e Confederações da Construção e do Imobiliário.

Qual o número de imóveis e fogos que já estão abrangidos neste programa?

De momento, encontram-se abrangidos 82 edifícios com 236 fogos, que após reabilitação darão lugar a 334.

O primeiro edifício que ficou concluído no passado dia 20 de Outubro localiza-se na Rua da Moeda, 30-34, em Coimbra.

Qual o investimento já atingido?

Já atingimos 19.058.450,00 milhões de euros de investimento, o que representa financiamentos de 12.848.806,00 euros.

Existe uma previsão de quantos imóveis e fogos serão abrangidos pelos 50 milhões de euros do programa?

Estima-se que este valor permitirá a reabilitação de 180 edifícios com 1.300 fogos, mas importa salientar que esta dotação de 50 milhões de euros é uma primeira tranche que será reforçada à medida das necessidades.

PUB
ARRENDAMENTO
64,5% dos utilizadores do OLX procuram casa de férias no Algarve
26 de Junho de 2019
PUB
PUB
PUB