eu.sei.que.vou.te.amar

28 de Setembro de 2018

O studio de arquitectura e design de mobiliário de Vitor Almeida, ESQVTA, começa um novo ramo de negócio associado à casa mãe: a ESQVTA luxury housing [ volume i ].

Com o destino da cidade do Porto e na oportunidade de negócio na reabilitação urbana na Invicta, este novo braço de negócio, para além de acrescentar espaço de exposição ao showroom inaugurado em 2017, tem como objectivo a abertura de unidades de habitação de luxo destinadas a short rental. Sempre localizados em edifícios históricos de valor e traça arquitectónica e de localização privilegiada, este novo projecto deixa acessível ao público, nacional e internacional, a experimentação e uso do lifestyle ESQVTA, desenvolvido durante 15 anos e até agora destinado aos clientes privados da marca.

Neste novo projeto os pilares da marca mãe mantém-se: mobiliário, iluminação e objectos de produção manual com mão-de-obra 100% nacional. As obras de arte continuam a marcar presença pelas mãos de Alexandre Conefrey, Hugo Amorim, Thierry Simões ou Elisa Pône.

O arquitecto Vitor Almeida convidou ainda o o escritório de arquitetura brasileiro YAMAGATA ARQUITETURA para intervir em parceria no projecto. Este e especialmente a criação da ambientação final, fez-se a quatro mãos, entre Vitor Almeida e os sócios da YA. O ADN deste escritório é elemento marcante e estruturador neste novo espaço: referências nipónicas (origem de uma das sócias da YA), minimalismo e funcionalidade, sucessões cromáticas de tom sobre tom ou a inclusão de clássicos do design, exemplo dos candeeiros de AKARI de Isamu Noguchi.

Neste volume i estão disponíveis, os aromas que definem a marca, as roupas de cama personalizadas ou as playlists que fazem a banda sonora do espaço mãe”.

Em preparação está já o volume ii, que irá fortalecer a ponte que se começou a construir: uma ponte entre as culturas de design portuguesa e brasileira.

Sobre a eu.sei.que.vou.te.amar.

Idealizado ao som da conhecida canção de Tom Jobim, o universo eu.sei.que.vou.te.amar. é único, especial, intimista e sofisticado e estende-se à arquitectura, design de interiores e de objectos.

Cada peça de mobiliário, decoração ou de iluminação é um exemplar único: único no desenho, único nos materiais criteriosamente seleccionados e único na qualidade dos acabamentos.  Mais do que obedecer a uma tendência fugaz ou sazonal, as peças espelham uma estética marcada pelo traço firme e directo da arquitectura contemporânea.