Reabilitar com preocupações sísmicas

08 de Março de 2018

A Ordem dos Arquitectos promove nos próximos dias 21 e 27 de Março, na sua sede -  na Travessa do Carvalho, em Lisboa – um workshop que tem por “objectivo lançar as questões de um trabalho colaborativo entre arquitectos e engenheiros, através de um caso prático real, de um edifício”. Para além de uma componente teórica, os inscritos – arquitectos e engenheiros – serão divididos em grupos de trabalho para a realização de uma Inspecção a um edifício real e para a apresentação de soluções de reabilitação com preocupações sísmicas, sob orientação de uma arquitecta e de um engenheiro com experiência nesta vertente.

O Workshop é composto por duas partes, uma primeira com componente teórica e a realização de Inspecção com suporte técnico laboratorial no dia 21 de Março, e uma segunda parte no dia 27 de Março de manhã para o debate de soluções pelos grupos de trabalho.

 

A necessidade de um trabalho multidisciplinar

Para a Ordem, “A reabilitação de edifícios em áreas sísmicas exige um trabalho de equipa multidisciplinar que se deve articular desde as fases iniciais de projecto. Deve ter por base de trabalho um Relatório de Inspecção que caracterize o estado de conservação dos diferentes componentes da construção, mas também caracterize os materiais e sistemas construtivos para além de identificar os aspectos que a tornam vulnerável aos sismos, para, dessa forma, o projecto de Arquitectura e o de Estruturas contemplarem medidas de melhoria de resistência sísmica do edifício”.

O objectivo último da Ordem dos Arquitectos é introduzir “o tema da interoperabilidade entre membros de equipas multidisciplinares para melhorar práticas de projecto com preocupações sísmicas”.

Inscrições AQUI