Melom e ‘Querido Mudei a Casa’ crescem 71%

12 de Maio de 2017

A Melom, marca portuguesa especializada na remodelação de imóveis, e a "Querido Mudei a Casa Obras", dedicada a intervenções de menor dimensão, registaram um crescimento de 71% no volume de negócios, de 3,316 milhões de euros para 5,672 milhões, durante o 1º trimestre de 2017, face ao período homólogo.

Por sua vez, a carteira de valor orçamentado cresceu de 20.727 milhões para 31,920 milhões, reforçando o posicionamento das marcas como líderes no sector das obras residenciais em Portugal. Para este aumento contribuiu o valor médio por obra adjudicada que passou de 9.638€ para 12.325€.

 

O crescimento do volume de negócios foi acompanhado pela criação de 27 novas unidades operacionais (7 da Melom e 20 da Querido), 14 na zona sul e 13 na zona norte do país, que contribuíram para a criação de 68 novos postos de trabalho especializado. Actualmente, as duas insígnias têm 186 unidades de negócio activas em Portugal.

Lisboa, Viseu, Sintra, Cascais e Porto são as áreas geográficas que lideram a procura nas obras residenciais, mantendo-se a remodelação geral como a principal obra realizada, seguida de remodelações parciais em casas de banho e cozinhas.