Vico Magistretti: Obra do génio do design italiano em Matosinhos

12 de Março de 2018

A exposição "Svicolando — Homenagem a Vico Magistretti", que vai estar a partir de quarta-feira, na Casa do Design, mostra 40 anos de carreira deste mestre do design italiano.

Vico Magistretti (1920-2006) foi autor de algumas das mais perduráveis e incontornáveis peças de design do século XX. Das suas mãos saíram objectos como os candeeiros Eclisse, Olusse, Atollo e Dalú, ou como a estante Nuvola Rossa, que continuam a ser bestsellers internacionais incontestáveis. 

Organizada pelo Instituto Italiano Di Cultura, pela Fondazione Vico Magistretti e pelo consulado italiano do Porto, em colaboração com a Câmara Municipal de Matosinhos, a esad—Idea Investigação em Design e Arte e a ASCIP-Dante Alighieri, esta exposição itinerante foi apresentada pela primeira vez em Milão, em 2011. "Svicolando — Homenagem a Vico Magistretti" passou recentemente pelo Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e oferece agora ao público do Norte do país uma perspectiva abrangente da obra daquele a quem também chamam "o génio da lâmpada".

Empenhado em pensar as coisas banais com um olhar diferente, Vico Magistretti desenhava objectos que rapidamente se tornavam universos complexos, contentores de vida, de memória e de gestos quotidianos, redefinindo a realidade que existe para além da realidade visível.

"Esta exposição explora o universo quotidiano de Magistretti, palpável nos espaços do seu escritório, hoje sede da Fundação Vico Magistretti. A exposição conta-nos uma história de projetos, de produtos e de encontros, com alguns dos mais iluminados produtores italianos. O pano de fundo é o seu escritório, lugar da sua criatividade, da desordem, dos fragmentos do seu quotidiano, onde pedaços de vida familiar se cruzam com ideias de projetos, números de telefone, imagens e sugestões figurativas e intelectuais", explica Rosanna Pavoni, diretora da Fondazione Studio Museo Vico Magistretti.