Bruges: renovação urbana por Eduardo Souto de Moura

04 de Agosto de 2018

A cidade belga de Bruges vai ter uma sala de exposições e uma praça pública coberta da autoria do português Eduardo Souto de Moura, prémio Pritzker de arquitectura e recém galardoado com o prestigiado Leão de Ouro na Bienal de Veneza de 2018.

O projecto de renovação da cidade belga denomina-se Beursplein & Congresgebouw e irá situar-se num terreno que outrora era ocupado por uma feira.

O projecto foi concebido pelo arquitecto português em colaboração com o atelier belga META architectururbeau.

Orçado em 40 milhões de euros o projecto pretende servir de ‘exemplo’ e catalisador para a renovação urbana no centro de Bruges, tendo a sala de exposições e o centro de conferências uma dupla funcionalidade, centro de eventos corporativos e culturais durante a semana e local de visitação para os turistas e habitantes da cidade.

A área bruta de construção é de 4 480 metros quadrados, inserida num espaço público externo de mais de um hectare, com espaço para o estacionamento de 200 bicicletas e 124 veículos no subsolo.

O beursplein (sala de exposições) e o congresgebouw (edifício de conferências) estão ligados por um acesso comum e podem ser usados simultaneamente ou como duas instalações separadas.