Arquitectura portuguesa premiada no Azerbaijão

14 de Outubro de 2015

Cinco ateliers portugueses de Arquitectura viram as suas obras galardoadas na capital do Azerbaijão durante a segunda edição do "Baku International Architecture Award 2015". Raulino Silva, Miguel Marcelino, Humberto Conde, Vasco Matias Correia e Tiago Reis de Oliveira foram os arquitectos premiados.

A mais alta distinção foi atribuída ao arq.º Raulino Silva pelo seu projecto de ampliação do cemitério de Vila do Conde com o 1.º prémio na categoria "best implemented project in the field of landscape architecture".

À cerimónia, que decorreu no passado dia 9, assistiram muitos convidados, entre os quais dirigentes da União internacional de Arquitectos, dos sindicatos de arquitectos da Rússia, Bielorrússia, Geórgia, Cazaquistão, Tajiquistão, Turquemenistão, Sérvia, Quirguistão, Uzbequistão.

À 2.ª edição do Prémio internacional de Arquitectura de Baku concorreram mais de 200 projetos oriundos de 37 países.