Vistos Gold: Investidores esperam três meses por reunião

11 de Agosto de 2017

Um investidor que queira obter um Visto Gold tem de esperar três meses por uma reunião e já tem de ter efectuado o investimento de 500 mil euros. Os sindicatos e advogados alertam para o facto da entrada de estrangeiros interessados no programa está a ser bloqueada.

A notícia veiculada pelo Diário de Notícias, revela ainda que a situação se agravou desde Maio e que estará relacionada com o facto de o SEF não permitir com regularidade reservar vagas para os interessados entregarem os documentos necessários ao início do processo.

Segundo os advogados ouvidos pelo DN, quando tentam agendar a ida aos serviços de Lisboa do SEF - o mais problemático do país - a resposta que ouvem na linha de atendimento é que "a agenda de Novembro ainda não está aberta". 

Com esta informação, até esse mês nenhum natural de um país fora da União Europeia que se mostre interessado em investir em Portugal conseguirá ser recebido para dar início ao processo de pedido de autorização de residência. "E como todo o processo deve levar pelo menos mais três meses, pelo menos, nunca terá a autorização em menos de meio ano", refere o artigo.

Manuela Niza Ribeiro, presidente do Sindicato dos Funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, adiantou ao DN que devem "existir uns quatro mil processos pendentes".

Os advogados concordam que o atendimento está pior do que há um ano, seja pela falta de pessoal. Contudo, o SEF garantiu ao DN que até ao final do ano tem previsto "aumentar a criação de atendimentos especializados para diversas áreas", onde se incluem as ARI.