CONSTRUÍMOS
NOTÍCIA
domingo, 22 de setembro de 2019
Internacional
Moscovo

Investimento russo em queda

14 de abril de 2015

Os conflitos geopolíticos, em especial a crise Rússia-Ucrânia, levaram a uma quebra no volume de investimento em 2014. Foram muitos os investidores que cancelaram ou colocaram em pausa projectos de investimento.
Der acordo com a consultora Worx através da sua associada internacional, a Knight Frank, o ano passado as taxas de juro da Rússia, cresceram 650 pontos base em Dezembro de 2014 atingindo um máximo histórico de 17%, o que contribuiu fortemente para a queda do volume de investimento. Desde então as taxas de juro já baixaram, estando agora perto dos 14%, um valor ainda bastante elevado.
Pela primeira vez, desde 2009, as yields de escritórios situam-se nos dois dígitos, atingindo os 10% no final de 2014, após uma subida de 125 pontos base em apenas 12 meses. Ainda que estas yields sejam possivelmente atraentes, o clima é demasiado arriscado para a maioria dos investidores.
À medida que as yields continuam a aumentar, possivelmente ultrapassando os 12% registados durante a crise global, espera-se que se assista a um aumento do investimento estrangeiro por parte de investidores que apreciam activos de risco e rendimento elevado.
A tendência é para continuação da queda no valor das rendas de escritórios ao longo deste ano, resultado da restrição na procura.
Em 2015, espera-se que o PIB Russo sofra uma queda de pelo menos 3% e uma recessão parece inevitável.

PUB
ARRENDAMENTO
Porta 65 Jovem: Nova fase de candidaturas já está a decorrer até Outubro
20 de setembro de 2019
PUB
PUB
PUB